Sede da CBF (Foto: arquivo LANCE!)

CBF também rompeu contrato com P&G e Sadia (Foto: arquivo LANCE!)

RADAR / LANCE!
05/02/2016
16:45
Rio de Janeiro (RJ)

A Confederação Brasileira de Futebol oficializou nesta sexta-feira o fim de seu vínculo com a Michelin. Em nota oficial, a entidade garantiu que a parceria foi encerrada em comum acordo, após a empresa de pneus decidir "redirecionar seus investimentos em Comunicação".

Além da Michelin, a CBF já viu o rompimento com outras duas grandes empresas: a P&G e a Sadia. Na nota, a entidade exaltou o período no qual teve parceria com a empresa de pneus:

"A Michelin foi uma das patrocinadoras das Seleções Brasileiras de Futebol, como parte de sua estratégia para aproximar, ainda mais, sua marca de seu público, por meio da paixão nacional: o futebol".

A CBF ainda destacou campanhas bem-sucedidas e apontou o que teria sido pivô do rompimento de contrato:

"Apesar da realização de ações de ativação dessa parceria, como a campanha “SaveKidsLives - Juntos pela segurança no trânsito”, que obteve grande sucesso com a coleta de mais de um milhão de assinaturas em prol da segurança das crianças no trânsito, em 2015, a Michelin decidiu redirecionar seus investimentos em Comunicação".


CONFIRA A NOTA OFICIAL NA ÍNTEGRA

A Michelin foi uma das patrocinadoras das Seleções Brasileiras de Futebol, como parte de sua estratégia para aproximar, ainda mais, sua marca de seu público, por meio da paixão nacional: o futebol".

Apesar da realização de ações de ativação dessa parceria, como a campanha “SaveKidsLives - Juntos pela segurança no trânsito”, que obteve grande sucesso com a coleta de mais de um milhão de assinaturas em prol da segurança das crianças no trânsito, em 2015, a Michelin decidiu redirecionar seus investimentos em Comunicação.

Por essa razão, a Michelin, em comum acordo com a CBF e dentro dos prazos estabelecidos em contrato, optou por não dar continuidade à parceria. A Michelin focou e manterá sua linha de comunicação em torno de temas-chave como mobilidade, segurança no trânsito, inovação, serviço ao cliente e sustentabilidade.