Casemiro - Seleção Brasileira

(Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

LANCE!
30/08/2016
23:27
Quito (EQU)

A convocação de Casemiro para a Seleção Brasileira deixou de ser novidade. Afinal de contas, o volante vive boa fase na carreira há algum tempo. Tanto que assumiu a titularidade do meio de campo do Real Madrid. As primeiras oportunidades vieram com Dunga e seguiram aparecendo já na primeira convocação de Tite.

Cotado para ser titular no duelo desta quinta-feira, às 18h (de Brasília), contra o Equador, Casemiro deu o tom do momento do Brasil nas Eliminatórias (sexto colocado com nove pontos e fora da zona de classificação para a Copa-2018).

- Incomoda, é claro. Ver o Brasil fora da zona de classificação. Momento não é para dar espetáculo. É para jogar e vencer. Temos que pensar jogo a jogo. Temos que viver o momento, pensar em resultado. Só depois poderemos pensar em dar espetáculo - afirmou em coletiva.

O Equador tem um trunfo para a partida contra o Brasil: não perde em Quito para a Seleção desde 1983. Desde então, foram quatro jogos, sendo três na capital do país (um foi em Guaiaquil) com duas vitórias e dois empates. Além disso, vive um momento melhor nas Eliminatórias (segundo colocado com 13 pontos) e está invicto atuando no Estádio Olímpico Atahualpa. Mesmo diante destes pontos, Casemiro crê que o Brasil pode sair com um resultado positivo.

- As estatísticas servem para serem derrubadas. Jogo de quinta vai ser muito difícil e estamos concentrados para buscarmos a vitória. Eles estão em casa, o momento do Brasil não é bom. Mas tenho certeza que estamos preparados para dar a volta por cima. Vai ser um jogo de igual para igual. Não tem equipe boba hoje em dia - analisou.

Por fim, Casemiro afirmou que Neymar não pode sofrer muita pressão. Na visão do volante, as responsabilidades serão divididas por todas do grupo.

- Neymar é a grande estrela do time, mas não podemos colocar uma carga extra sobre ele. Todos têm qualidade. Claro que quando a bola chega nela a expectativa é maior - finalizou.