Bruno Cassucci
05/08/2016
16:09
Enviado especial a Brasília (DF)

Jogador mais novo da Seleção Brasileira que disputa a Olimpíada, o atacante Gabriel Jesus, de 19 anos, não escondeu o abatimento depois do empate com a África do Sul, em 0 a 0, na última quinta-feira. Foi dele a principal chance do jogo, no segundo tempo, quando recebeu livre na área, sem goleiro, mas chutou na trave.

Percebendo a reação negativa do palmeirense, vendido na última semana ao Manchester City, da Inglaterra, o grupo canarinho saiu em defesa do jovem. Capitão e líder da equipe, Neymar falou sobre Jesus e o outro companheiro de ataque, Gabigol:

- São dois craques que tem tudo para desfrutar ainda mais do futebol, para serem ídolos, como estão sendo agora. Tem que ter paciência - comentou.

O técnico Rogério Micale também minimizou a má atuação de Jesus, que além do gol perdido participou pouco da partida. O comandante brasileiro preferiu exaltar a qualidade dos defensores sul-africanos:

- O Gabriel Jesus tentou, estava com a marcação encaixada nele, os adversários eram fortes e encurtaram o espaço para ele jogar.

A Seleção volta a campo no domingo, novamente no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, contra o Iraque, às 22h. Apesar do mau desempenho, Gabriel Jesus deve ser mantido como titular.