HOME - Argentina x Brasil - Eliminatórias para Copa-2018 - Lucas Lima e Neymar (Foto: André Mourão/Mowa Press)

Lucas Lima marcou o gol da Seleção Brasileira aos 13 minutos do segundo tempo  (foto:André Mourão/MoWA Press)

Roberto Assaf
14/11/2015
00:02
Buenos Aires (ARG)


Não é absurdo afirmar que foi uma partida de tempos distintos, daí o empate de 1 a 1 em Buenos Aires, bom para o Brasil, e péssimo para Argentina, que jogava em casa e ainda não venceu nas Eliminatórias. O time azul e branco, sem Messi, e apesar do primeiro tempo, quando poderia ter liquidado, confirmou a má fase. O de Dunga, em franca desvantagem até o intervalo, igualou e também poderia ter vencido.

Em dívida com a torcida, a Argentina começou buscando o gol, com boa movimentação do meio para frente, enquanto o Brasil permanecia atrás, com receio do ímpeto contrário, apostando que pudesse acertar um contra-ataque fatal. E embora chegasse com frequência próximo à área adversária, o time local não ameaçava efetivamente. Em mais de meia hora só teve uma grande chance, em bola levantada por Roncaglia. Alisson rebateu, e a zaga afastou.

Mas em bela jogada, e até em função do volume de jogo, abriu o placar aos 33 minutos. Di Maria lançou Higuaín, que cruzou com fita métrica para Lavezzi escorar, entre Daniel Alves e David Luiz: 1 a 0. O Brasil, na prática, mostrava dificuldades no geral. Uma cabeçada de David Luiz, por cima, foi a única oportunidade da equipe amarela.

Os treinadores não mexeram no intervalo. Aos dois, Banega acertou a trave direita. Outro gol, ali, liquidava o jogo. Aos 11, porém, Dunga corrigiu o erro de não escalar Douglas Costa desde o começo, e pôs o craque do Bayern no lugar de Ricardo Oliveira. O time ganhou mais vida.

Aos 13, Daniel Alves levantou para Douglas Costa, que cabeceou no travessão. Lucas Lima apanhou a sobra e bateu de esquerda: 1 a 1. O Brasil pôs Renato Augusto na vaga de Lucas Lima, voltou a recuar e a buscar o contra-ataque, e no entanto, marcando melhor e mais eficiente na frente.


A Argentina lançou Lamela e Dybala. A ordem era tentar o gol. Que não saiu. David Luiz foi expulso. Logo, ficou de bom tamanho.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 1 X 1 BRASIL

Local: Estádio Monumental de Nuñéz, em Buenos Aires (ARG)
Data: 13-11-2015, sexta-feira, 22h
Árbitro: Antonio Arias (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Milciades Saldívar (ambos do PAR)
Público/Renda:
Cartões amarelos: David Luiz, Filipe Luís e Lucas Lima (BRA) ; Mascherano, Otamendi e Roncaglia (ARG)
Cartões vermelhos: David Luiz (BRA)
Gols:  Lavezzi 33'1ºT (1-0) / Lucas Lima 17'2ºT (1-1)

ARGENTINA: Romero; Roncaglia, Otamendi, Funes Mori e Rojo; Biglia, Mascherano e Banega (Lamela 35'2ºT); Di María, Higuaín (Dybala 35'2ºT), Lavezzi (Nico Gaitán 23'2ºT). Técnico: Gerardo Martino

BRASIL: Alisson, Dani Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Elias, Lucas Lima (Renato Augusto 18'2ºT) e Willian (Gil 44'2ºT); Neymar e R. Oliveira (Douglas Costa 13'2ºT). Técnico: Dunga