Brasil x Colômbia

(Foto: AFP Agence)

LANCE!
11/02/2017
22:36
Quito (EQU)

Precisando da vitória para garantir a vaga no Mundial Sub-20, a Seleção Brasileira só empatou com a Colômbia e está fora da principal competição de seleções da categoria. Foi a primeira vez na história em que o Brasil ficou abaixo do 4º lugar no hexagonal final do Sul-Americano.

O Jogo

Precisando da vitória, a Seleção logo se lançou ao ataque e criou a primeira chance quando Richarlison fez grande jogada e tocou para Vizeu que chutou em cima de Luis Garcia, e no rebote Paquetá chutou por cima do gol. Depois, Matheus Sávio por muito pouco não alcançou o cruzamento de Arana. Mantendo a pressão, Richarlison fez mais uma boa jogada e tocou para Lucas Paquetá parar novamente no goleiro colombiano. Melhor do Brasil, o atacante do Fluminense obrigou uma grande defesa de Luis Garcia ao cabecear na pequena área. Em uma das melhores atuações no hexagonal, a Seleção novamente chegou com perigo ao gol colombiano e acertou o travessão na cabeçada de Richarlison.

Na última chance de perigo na primeira etapa, Obregón chutou para boa defesa de Lucas Perri. No segundo tempo, a primeira chegada foi da Colômbia, Balanta tentou cruzar mas a bola tomou a direção do gol e Perri teve que fazer uma defesa complicada. A primeira chegada da Seleção Brasileira foi com Guilherme Arana que chutou direto e quase surpreendeu Luis Garcia. No lance seguinte, Douglas cobrou falta de muito longe e a bola passou por cima do gol. Precisando obrigatoriamente do triunfo, Micale mexeu na equipe, mas a Seleção não conseguiu criar mais nenhuma chance de perigo até o fim da partida e não impediu a eliminação.

FICHA TÉCNICA
COLÔMBIA 0 x 0 BRASIL

Local: Olímpico Atahualpa, Quito (EQU)
Data-Hora: 11/2/2017 - 20h45
Árbitro: Gery Vargas (BOL)
Público/renda: Não divulgado
Cartões amarelos: Juan Ramírez e Fuentes (COL); Caio, Douglas e Dodô (BRA)
Gols: -

COLÔMBIA: Luis García; Fuentes, Jorge Segura, Breiner Paz e Chaverra; Rojanto, Balanta, Arroyo, Juan Ramirez (Valencia - 36'2ºT) e Julián Quiñones; Obregón (Hernández - 19'2ºT). Técnico: Carlos Restrepo

BRASIL: Lucas Perri; Dodô, Lyanco, Léo Santos, Guilherme Arana; Caio (Douglas - 8'2ºT), Maycon e Lucas Paquetá (Léo Jabá - 19'2ºT); Matheus Sávio (David Neres - 8'2ºT), Felipe Vizeu e Richarlison. Técnico: Rogério Micale