LANCE!
10/10/2017
22:55
São Paulo (SP)

O último jogo do Brasil nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 fechou com chave de ouro a participação brasileira. Além da vitória dentro de campo por 3 a 0 sobre o Chile, a noite foi de recordes históricos de público e renda no Allianz Parque. Mais de 41 mil torcedores foram às arquibancadas e proporcionaram mais de R$ 15 milhões em bilheteria.

Com 41.008 pagantes, o estádio do Palmeiras recebeu o maior público de sua história desde a inauguração em 2014. Antes de a marca ter sido quebrada, o recorde era da partida entre Palmeiras e Chapecoense, na última rodada do Brasileirão-2016, quando o Verdão levantou a taça de campeão. Naquela jornada 40.986 pagantes estiveram na arena palmeirense.


Já a renda bruta do jogo é o que o mais impressiona, pois se trata da maior arrecadação em uma partida na história do futebol brasileiro. Nesta noite, o duelo entre Brasil e Chile faturou R$ 15.118.391,02 com bilheteria, batendo a marca que era de Atlético-MG 2 x 0 Olimpia-PAR, na Copa Libertadores de 2013. Naquele dia, foram arrecadados R$ 14.176.146,00 e o Galo se tornou campeão do torneio continental.

No entanto, a renda recorde não fica para o Palmeiras, mas sim para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O Verdão tem direito a 20% do aluguel do estádio, cujo valor não foi divulgado.

Foi a segunda vez que o Allianz Parque recebeu uma partida da Seleção Brasileira. Na primeira oportunidade, os brasileiros receberam o México em um amistoso e venceram por 2 a 0. O público do estádio naquele dia 7 de junho de 2015 foi de 34.659 pagantes para uma renda de R$ 6.737,030,00.