Bernardo Cruz e Fernão Ketelhuth
10/11/2016
23:59
São Paulo (SP) 

Na goleada da Seleção Brasileira sobre a Argentina por 3 a 0, no Mineirão, Philippe Coutinho e Neymar foram os grandes destaques. Autores dos dois primeiros gols, eles azucrinaram a defesa adversária. Messi só deu trabalho no início. Veja as notas: 

BRASIL 

7,0
ALISSON

Fez uma grande defesa quando o duelo estava 0 a 0 em chute de Biglia. Foi seguro durante todo o jogo.

6,5
DANIEL ALVES

O capitão brasileiro teve atuação segura tanto quando foi ao ataque quanto na defesa.

7,0
MARQUINHOS

Não deu qualquer chance para os argentinos na bola aérea. Além disso, mostrou tranquilidade.

7,0
MIRANDA

Firme na marcação, foi preciso na grande parte dos desarmes, alguns em lances de perigo.

6,5
MARCELO

Apagado no início, melhorou com o passar do tempo. Fez o cruzamento do terceiro gol.

6,5
FERNANDINHO

Levou amarelo logo no início, mas depois ajudou a anular as ações de Messi na partida.

8,0
PAULINHO

Fez uma grande partida. Ajudou Fernandinho a anular Messi e ainda fez o terceiro gol. 

7,5
RENATO AUGUSTO

Auxiliou na saída de bola e foi bem na parte tática. Deu um grande passe para Paulinho.

8,0
PHILIPPE COUTINHO

Cirúrgico ao sair da direita para esquerda e abrir o caminho para goleada com um golaço.

8,5
NEYMAR

O dono da festa. Deu passe para gol, marcou o seu, chutou na trave e levou os argentinos à loucura.

7,5
GABRIEL JESUS

Assim como Coutinho apareceu no momento certo e fez grande jogada no segundo gol brasileiro.

6,0
FIRMINO

Teve duas oportunidades para fazer seu gol, mas faltou sorte


DOUGLAS COSTA 

Teve poucos minutos para ser avaliado.


THIAGO SILVA

Entrou no fim e fica sem avaliação. 

8,5
TITE

Novamente armou o Brasil de forma madura. O time, com confiança elevada, sobrou em campo.

ARGENTINA

5,0
ROMERO

Não falhou nos gols, mas pouco fez para evitar o massacre. Só defendeu um chute de Daniel Alves.

4,0
ZABALETA

Vai sonhar com Neymar. Deu espaço ao craque nas jogadas dos dois primeiros gols do Brasil.

4,0
OTAMENDI

Os gols do Brasil saíram do lado que ele deveria proteger. Deixou Jesus
girar no lance do segundo.

4,0
FUNES MORI

É um zagueiro muito fraco. Só parou o ataque do Brasil com pancadas. Atuação ruim.

5,0
MAS

Escorregou na jogada do terceiro gol brasileiro, mas foi opção ofensiva no primeiro tempo.

5,0
ENZO PÉREZ

Limitou-se a marcar Marcelo até ser substituído. Não tem bola para ser titular da seleção argentina.

5,0
BIGLIA

Quase fez um lindo gol quando o placar ainda estava 0 a 0. Na marcação, deixou a desejar.

4,5
MASCHERANO

Outro que se perdeu na marcação do ataque verde-amarelo. Para piorar, errou muitos passes.

4,5
DI MARIA

Di María? Quem? Escondido no lado esquerdo do meio-campo, pouco participou do jogo. Sumido.

5,0
MESSI

Deu trabalho no início, mas jogou muito menos do que se esperava. Decepcionou.

4,5
HIGUAÍN

Nem de longe lembrou o atacante comprado a peso de ouro pela Juventus. Perdido em campo.

5,0
AGUERO

Entrou no lugar de Enzo Pérez, no intervalo, para dar maior poder de fogo ao time. Não conseguiu.

5,0
ÁNGEL CORREA

Substituiu o apagado Di María, mas também não se fez notar no Mineirão. Discretíssimo.

4,0
EDGARDO BAUZA

Sob seu comando, a seleção argentina se tornou um rascunho do time vice-campeão mundial.