Fellipe Lucena e Márcio Porto
14/08/2016
00:26
São Paulo (SP) 

Na vitória da Seleção Brasileira sobre a Colômbia, pelas quartas de final da Olimpíada, Neymar mostrou a razão de ser o jogador mais importante da equipe. Foi dos pés do atacante que saiu o primeiro gol  e dele a nota mais alta atribuída pelo LANCE! Confira as notas:

BRASIL

5,5
Weverton

Quase se complicou com o pé no início. Rebateu como foi possível as bolas que vieram, sem passar muita segurança.

6,0
Zeca

Dedicou-se a conter as constantes investidas de Cristian Borja e Pabon por seu lado e teve sucesso. Avançou pouco.

7,0
Marquinhos

Sempre bem posicionado, levou a melhor em todas as bolas.  Levantou a galera com um desarme de manual em Miguel Borja.

7,0
Rodrigo Caio

Foi seguro como o colega de zaga, com ótimos botes e bom  posicionamento. Levou a melhor sobre o carrasco Miguel Borja.

6,0
Douglas Santos

Foi mais ao ataque do que Zeca, participando de algumas  boas trocas de passes. Não teve problemas na defesa.

6,5
Walace

Mostrou que Micale acertou ao mantê-lo no time e fez o que  um bom volante tem de fazer: bem na marcação e na saída.

6,5
Renato Augusto

Ajudou a marcar, iniciou as jogadas com passes inteligentes  e chegou com qualidade à frente. Só faltou finalizar bem.

5,0
Gabigol

Esteve bem abaixo de sua média. Foi pouco efetivo pela direita e não teve chance para marcar. Substituído.

6,5
Luan

Foi incansável na marcação à saída de bola colombiana, uma  função importante. De tanto insistir, foi premiado com o gol.

6,0
Gabriel Jesus

Depois de Neymar, foi o alvo preferido das botinadas. Apesar  de algumas decisões erradas, criou bons lances pelo lado.

7,5
Neymar

Chamou o jogo sem ser fominha. Fez o gol da vitória e deu o  passe para Luan. Foi caçado, mas dava para evitar o cartão.

6,0
Thiago Maia

Fora de sintonia nos primeiros lances, logo se acertou em campo. Ajudou a esfriar o ímpeto dos colombianos.


Rafinha

Jogou pouco. Fica sem avaliação.

7,5
Rogério Micale

O time pode não ter dado show, mas jogou sempre pelo chão  e defendeu-se sem sustos. Vitória importante e merecida.

COLÔMBIA

5,0
Bonilla
Traído pela barreira no gol de Neymar. Estava adiantado no de Luan.

5,5
Balanta
Levou vantagem sobre Gabriel Jesus em alguns momentos.

5,5
Palacios
Começo tenso, com erros, mas depois sem comprometer.

6,0
Tesillo
Mais experiente, tomou o controle da zaga em momentos difíceis.

5,5
Cristian Borja
Se não teve lá tanto êxito no ataque, deu conta de Gabigol.

6,0
Lerma 
Começou mal, com erros, mas se achou no jogo. Passa bem.

3,5
Barrios

Daria melhor se praticasse judô. Entre tantas faltas, fez a que resultou no gol de Neymar.

5,0
Roa
Tem habilidade, mas faltou criatividade para lançar os companheiros.

5,0
Preciado
Brigador na frente, mas não teve chances de gol.

6,5
Pabon
Apesar do pouco êxito nos tantos chutes, foi quem mais incomodou.

4,5
Teo Gutiérrez
Pouca bola para quem já foi pretendido por clubes brasileiros. 

6,0
Perez
Técnica apurada, melhorou a saída de bola do time.

5,0
Miguel Borja
Sem a sorte que o fez carrasco do São Paulo na Libertadores.


Arley Rodriguez
Pouco tempo em campo. Fica sem avaliação.