Marcio Porto e Alexandre Guariglia
10/10/2017
22:48
São Paulo (SP)

Bravo falhou no primeiro gol do Brasil e abriu o caminho para que a Seleção atropelasse o Chile no Allianz Parque, estádio que mais uma vez viu Gabriel Jesus, autor de dois gols, brilhar e receber a melhor nota do jogo. Confira:

BRASIL


6,5
Ederson
Pouco exigido, mas seguro quando teve de intervir com pelo menos três defesas. Estreia tranquila, sem comprometer.

6,5
Daniel Alves
Mais tímido do que de costume no apoio, chegou pouco à linha de fundo, mas cobrou a falta que originou gol de Paulinho abrindo o placar.

7,0
Marquinhos
O capitão da noite tem técnica apurada e posicionamento impressionantes. Partida perfeita do ponto de vista técnico.

7,0
Miranda
Do mesmo nível do companheiro, tanto por baixo quanto pelo alto. Frio, facilita o trabalho dos outros defensores.

6,0
Alex Sandro
Cumpriu bem taticamente sem dar espaços pelo seu setor e indo ao ataque com cautela. Precisa ser mais observado.

6,0
Casemiro
Não foi o monstro que está acostumado a ser, inclusive com dificuldade para marcar Valdivia, mas errou pouco, sem comprometer.

7,0
Paulinho
Depois de um primeiro tempo apático, cresceu no segundo, abriu o placar e passou a comandar ações no meio de campo.

6,0
Renato Augusto
Técnico e inteligente, controlou bem o jogo pelo lado esquerdo, embora com menos participação do que o habitual.

6,5
Philippe Coutinho
Muito participativo, procurou dar opção a Neymar na criação e se movimentou muito. Cresceu no segundo tempo.

7,0
Neymar
Uma assistência para Gabriel Jesus matar o jogo, sem ser fominha, e perigo nas cobranças de falta. Faltou deixar sua marca.

8,0
Gabriel Jesus
Em sua casa, correu como um louco e mostrou oportunismo ao marcar duas vezes. Perdeu uma de cabeça, mas a festa era sua. Efetivo.

6,0
Fernandinho
Entrou para dar mais proteção à zaga e iniciou uma boa jogada. Pode ser opção ao lado de Casemiro.

6,5
Willian
Em pouco tempo em campo, deixou Firmino na cara do gol e depois Jesus sem goleiro para marcar. Baita produtividade!

5,5
Roberto Firmino
Teve uma grande chance mesmo entrando no fim, mas, na cara do goleiro, desperdiçou.

6,5
Téc: Tite
Equipe pouco sofreu com a solidez dada pelo treinador durante as Eliminatórias. Classifica com folga e excelente trabalho.

CHILE

4,0
Bravo
Falhou ao rebater no pé de Paulinho a falta cobrada por Daniel Alves, no gol que abriu o caminho da goleada.

5,0
Isla
Deixou uma avenida em sua lateral e pouco apoiou, Fez muitas faltas.

5,0
Medel
Posicionado em linha, tomou bola nas costas e perde sempre no alto.

5,0
Jara
Assim como Medel, posicionamento é perigo constante.

5,0
Beausejour
Outro que deixa um espaço inexplicável pelo seu lado.

5,5
Aránguiz
No sacrifício, pouco fez. Apareceu por brigar com Neymar.

5,0
Hernández
Bateu mais do que jogou, tônica do time chileno no jogo.

5,0
Fuenzalida
Pouco apareceu, opção por seu futebol foi um fracasso.

5,5
Valdivia
Sempre que pega na bola, leva perigo, mas fez muito pouco na partida. 

5,5
Sánchez

Muitas simulações e pouca bola. Mesmo assim, briga muito pela posse.

5,0
Vargas
Mal tocou na bola. Difícil até avaliar participação tão apagada no ataque.

5,0
Pulgar
Time conseguiu piorar com a sua entrada. Nada fez para chamar atenção.

5,0
Puch
Mais um daqueles que apenas fez número. Presa fácil para a zaga rival.

5,0
Paredes
Muito discreto. Pouco fez.

4,0
Téc: Juan Antonio Pizzi
Time inofensivo, muito pouco para quem precisava vencer para ir à Copa do Mundo.