HOME - Brasil x Estados Unidos - Amistoso da Seleção Olímpica - Luan e Gabriel Jesus (Foto: Aldo Carneiro/PernambucoPress/LANCE!Press)

Brasil mostrou poder de reação especialmente no segundo tempo (Foto: Aldo Carneiro/PernambucoPress/LANCE!Press)

RADAR / LANCE!
15/11/2015
19:57
Belém (PA)


A Seleção Olímpica obteve na tarde deste domingo mais uma goleada em sua sequência de amistosos preparatórios. Com direito a susto no início e um poder de fogo que deslanchou no segundo tempo, os comandados de Rogério Micale garantiram os gritos de "olé" da torcida do Mangueirão com uma goleada por 5 a 1 sobre os Estados Unidos. Gabriel (2), Felipe Anderson (2) e Luan marcaram para os canarinhos, enquanto Marlon, contra, abriu o placar para os americanos.

APÓS INÍCIO NEBULOSO, BRASIL REAGE E IGUALA ETAPA INICIAL

A apreensão tomou conta das arquibancadas do Mangueirão diante da Seleção Olímpica.. No primeiro ataque dos Estados Unidos, Serna cobrou falta para a área e Marlon acabou marcando contra, ao desviar de cabeça para a própria rede.

O panorama canarinho ficou ainda mais nebuloso quando Valdívia desabou no gramado sentindo dores no joelho esquerdo. O meia do Internacional saiu de maca para a entrada de Felipe Anderson. Os americanos seguiram em cima, e Roomney obrigou Uilson a saltar para fazer defesa providencial.

Aos poucos, a equipe de Rogério Micale encontrou suas chances, mas penou com erros primários. Zeca driblou Crooper e, após tropeçar, viu Felipe Anderson desperdiçar. Após falta cobrada por Gabriel, Vinícius Araújo finalizou no pé do goleiro e, na sobra, Rodrigo Caio isolou. Em outra chance, Felipe Anferson entrou livre na área e bateu nas mãos de Cropper.

De tanto persistir, o Brasil finalmente chegou ao seu gol aos 42. Rodrigo Caio lançou Gabriel, que desceu pela direita completamente livre e, com calma, tocou na saída de Cropper. Nos acréscimos, o atacante ainda balançou a rede mais uma vez, aproveitando rebote de finalização de Jorge, mas o gol foi anulado por impedimento.


SELEÇÃO OLÍMPICA DESLANCHA E CONSEGUE GOLEADA

A pontaria brasileira não demorou para funcionar na volta do intervalo. Logo a um minuto, Gustavo Scarpa serviu Felipe Anderson que, após finalizar em cima de Cropper, aproveitou o rebote para estufar a rede e virar o jogo.

Em nova descida, Gabriel se desvencilhou de um zagueiro, bateu e a bola parou nas mãos de Cropper. Porém, diante de um adversário que esbarrava em troca de passes, a Seleção Olímpica não teve dificuldade para ampliar.

Felipe Anderson cobrou falta na entrada da área e a bola parou no canto do goleiro Cropper aos 16 minutos. A etapa final passou a trazer uma sucessão de alterações do lado das duas equipes - aos 23 minutos, restavam apenas Uilson, Lucão e Gabriel entre os titulares do início da partida.

Completamente modificada e cozinhando o jogo em banho-maria, a equipe de Rogério Micale viu Gabriel Jesus ter gol bem anulado e uma nova finalização sua parar nas mãos de Cropper. Com tranquilidade, os canarinhos viram Gabriel ampliar aos 35, quando Gabriel aproveitou rebote de batida de Fabinho. A torcida já ensaiava um "olé" quando, aos 38, Gabriel serviu Luan, que apenas concluiu, dando números finais à partida.