David Luiz - Coletiva Seleção Brasileira (Foto: Ari Ferreira/ LANCE!Press)

David Luiz foi alvo de provocação de jornal argentino e não gostou (Foto: Ari Ferreira/ LANCE!Press)

Felipe Bolguese
13/11/2015
07:30
Enviado especial a Buenos Aires (ARG)

Após desmentir uma declaração que culminou em uma capa provocativa do diário "Olé", maior periódico esportivo da Argentina, via nota da CBF, o zagueiro David Luiz explicou o mal entendido e ressaltou respeito aos rivais.

- Já respondi, expliquei... Não foram coisas que eu falei. Todo mundo sabe da minha apreciação e do respeito que tenho pela Argentina, principalmente aos jogadores que jogam comigo - disse o camisa 4 da Seleção, logo após a confirmação do adiamento da partida para esta sexta-feira, às 22h, uma vez que a chuva que atingiu Buenos Aires causou o cancelamento do duelo nesta quinta à noite.

A CBF, motivada por um apelo do defensor, pressionou os argentinos para que fizessem uma retratação. Na edição de quarta-feira, a manchete do Olé tinha uma foto de David com os dizeres: "Que tem na cabeça, David Luiz? Cachos? Já se esqueceu do papelão na Copa do Mundo e na Copa América?". Tudo porque, supostamente, havia declarado que "Sem Messi, os argentinos não são os melhores".

Na mesma capa, o jornal argentino ainda colocou um jogo de palavras ofensivo: "Tudo Pelo", em referência a "pelo" (cabelo em espanhol), que faz a associação a "Pelotudo", um xingamento como "babaca".

Horas depois, a entidade máxima do futebol brasileiro soltou uma nota em seu site oficial: "Diferentemente do que o jornal Olé, da Argentina, publicou nesta quarta-feira, o zagueiro David Luiz não declarou a frase a ele atribuída: 'Sem Messi, não são os melhores'. David Luiz, ao contrário, reitera o seu respeito pela seleção da Argentina". Na edição de quinta, o periódico escreveu que "lamentavelmente, um erro de tradução mudou o sentido da frase que foi publicada", sem perder a chance de brincar "Tomara que ganhemos de 5 a 1, e que o gol deles seja marcado por David".