Rafinha treinou separadamente nesta quarta-feira (Foto: Lucas Figueiredo/MoWA Press)

Rafinha treinou separadamente nesta quarta-feira (Foto: Lucas Figueiredo/MoWA Press)

Bruno Cassucci
21/07/2016
07:15
Teresópolis (RJ)

Após três dias de preparação na Granja Comary, o técnico da Seleção olímpica, Rogério Micale, não pôde contar com três jogadores. Dois nem sequer se apresentaram, o zagueiro Marquinhos e o meia Renato Augusto. O outro é Rafinha Alcântara, meia do Barcelona, que desperta atenção e recebe cuidados especiais da comissão técnica.

O jogador se machucou há um mês e meio, quando foi cortado da Copa América Centenário. Na ocasião, a CBF não informou a lesão do atleta, que só se tornou pública pelo Barcelona. Ele teve um estiramento no músculo da coxa direita - mais especificamente no bíceps femural. 

O problema fez com que o jovem perdesse as férias e dedicasse o período longe dos gramados para realizar tratamento a fim de ter condições de disputar a Olimpíada.

Aí entra outro problema. Rafinha praticamente não trabalhou com bola neste tempo e está sem ritmo de jogo. Contudo, antes de integrá-lo ao restante do elenco, os médicos da Seleção querem ter certeza de que ele está plenamente recuperado e com a musculatura fortalecida para não voltar a se machucar.

Na Granja Comary o atleta tem sido acompanhado de perto pelo médico André Pedrinelli e os fisioterapeutas Charles Costa e Alex Evangelista. Foi com este último, profissional do Vasco, que ele foi a campo na manhã da última quarta-feira, participou de aquecimento e fez leve trabalho com bola antes de voltar à academia. O mesmo se repetiu na atividade da tarde.

Nos próximos dias o jovem deve iniciar um trabalho de transição. Ele deve fazer trabalhos leves com bola no campo, mas de pouco contato físico com os demais, para que não corra o risco de regredir na recuperação. Assim, gradativamente, deve ser inserido nas atividades normais.

Apesar da preocupação, Micale e seus auxiliares contam com Rafinha para o amistoso contra o Japão, dia 30, em Goiânia. Caso ele não possa atuar, Renato Augusto e Felipe Anderson são opções para a posição.