Toluca x São Paulo (foto:Rubens Chiri / saopaulofc.net )

Wesley foi titular no último jogo da Libertadores, contra o Toluca (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Bruno Grossi e Marcio Porto
10/05/2016
07:05
São Paulo (SP)

Mata-mata da Libertadores, Morumbi lotado, adversário mineiro, Wesley como titular. O filme que está previsto para quarta-feira não é bem uma novidade para o São Paulo. Ano passado, o time e o volante enfrentaram cenário parecido com o que se desenha agora contra o Atlético-MG e levaram a melhor.

A fase era de oitavas de final e o adversário, o Cruzeiro. Antes do jogo de ida, Michel Bastos foi diagnosticado com dengue. O então interino Milton Cruz escolheu Wesley como substituto: o Tricolor sufocou a Raposa e só venceu por 1 a 0 porque o goleiro Fábio estava em uma noite inspirada.

Agora, há diferenças na ocasião, mas o objetivo do técnico Edgardo Bauza é o mesmo: pressionar o Galo do apito inicial até o fim da partida, aproveitando-se do Morumbi lotado – mais de 50 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente. Não levar gols é essencial.

Wesley foi escalado na ponta direita no treino da última segunda-feira. Com a ausência de Michel, que tenta se recuperar de uma lesão na coxa direita, Kelvin foi deslocado para o lado esquerdo. É aí que a ideia de Bauza difere da adotada por Milton Cruz na temporada passada.

Ano passado, Wesley foi escalado com o argumento de conter as investidas do forte lateral-direito Mayke. Deu certo. Agora, Patón aposta que Kelvin e Wesley jogarão em cima de Marcos Rocha e Douglas Santos, forçando os laterais da equipe mineira a ficarem em seu campo de defesa.

– Wesley deve ficar na ponta mesmo, algo bem definido. A diferença é que ele marca mais e pode dar mais liberdade para os volantes – explicou o capitão Hudson, que formará dupla com Thiago Mendes.

A definição sairá na tarde desta terça-feira, no Morumbi. Michel tem pequena chance de jogar. Carlinhos, que seria seu substituto imediato, sentiu a coxa direita no treino de segunda, de novo. Deve pintar Wesley. De novo.