Maicon durante treino do Grêmio (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

Maicon durante treino do Grêmio nesta temporada (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

Bruno Grossi e Macio Porto
05/11/2015
07:55
São Paulo (SP)

Diante da situação econômica do Brasil, tem sido comuns manchetes sobre empreendedores que “apesar da crise”, conseguem prosperar no mercado. E será com esse espírito que o São Paulo precisará agir nos bastidores para reforçar o elenco para 2016.

A dívida do clube do Morumbi é estimada em mais de R$ 280 milhões e não permite grandes esforços financeiros para contratar grandes estrelas ou os principais destaques do futebol brasileiro. A solução, assim, será apostar em moedas de troca valiosas. A começar pelo volante Maicon.

O empréstimo ao Grêmio termina em dezembro, enquanto seu vínculo com o São Paulo ainda tem mais um ano. A multa para contratá-lo é de R$ 9 milhões e pode ser o ponto de partida para diversas trocas com clubes rivais. E as moedas vão desde promessas como Ewandro e Ademilson até a jogadores esquecidos como Luis Ricardo.

A figura de Gustavo Oliveira, diretor-executivo do Tricolor, será importante neste processo. Nas últimas janelas em que trabalhou – estava fora no desmanche que tirou oito jogadores entre junho e agosto – o profissional se notabilizou por fechar negócios considerados “econômicos” para a diretoria.

As vindas de Kaká e Michel Bastos a baixo custo e trocas bem-sucedidas, como as de Alexandre Pato por Jadson e Souza por Rodholfo, também ajudaram a reforçar o elenco sem lesar os cofres. Agora, tais métodos serão ainda mais necessários por um 2016 melhor.

Além dos problemas financeiros, haverá necessidade de repor iminentes saídas: Pato, Edson Silva, Luis Fabiano, Luiz Eduardo e Léo têm contratos apenas até 31 de dezembro, enquanto Rogério Ceni se despede já no dia 10 do próximo mês. A ação no mercado terá de ser rápida e, acima de tudo, barata.

Ademilson - São Paulo
Ademilson é destaque no Japão (Foto: Divulgação)


OS EMPRESTADOS

Maicon

Emprestado ao Grêmio até dezembro e tem vínculo com o São Paulo por mais um ano. A multa é de R$ 9 milhões.

Ademilson
Fica no Yokohama Marinos (JAP) até dezembro, mas pode ser comprado por até R$ 30 milhões. Contrato no Tricolor vai até fevereiro de 2019.

Ewandro
Empréstimo para o Atlético-PR vai até dezembro de 2016 e a multa é estimada em R$ 8 milhões. Vínculo são-paulino termina em março de 2019.

Wellington
Empréstimo ao Internacional foi prorrogado devido a lesões até dezembro. A multa é de R$ 20 milhões para tirá-lo do Tricolor antes do fim de 2018.

No Rio
Luis Ricardo e Carleto estão no Botafogo até dezembro e têm contrato com o São Paulo por mais um ano. João Filipe fica no Fluminense mais um ano, quando estará livre.

Esquecidos
Cortez ficará mais um ano no Albirex Niigata (JAP), quando será liberado pelo São Paulo. O meia Roni, no Chiapas (MEX), passará pelo mesmo em junho.

Crias de Cotia
Lucas Farias, com vínculo até março de 2018, fica até o fim do ano no Náutico. Luiz Eduardo e Henrique Miranda também voltam em dezembro, mas têm contrato até julho de 2016.