Osorio

Juan Carlos Osorio esteve no Morumbi na última quinta-feira (Foto: Divulgação)

Marcio Porto
21/11/2015
07:30
São Paulo (SP)

O técnico Juan Carlos Osorio deixou o São Paulo no início de outubro para assumir a seleção do México, mas continua respeitado e com influência no clube. Na última quinta-feira, o colombiano esteve no Morumbi para acompanhar a vitória por 4 a 2 sobre o Atlético-MG e os dirigentes aproveitaram para consultá-lo sobre a escolha do novo treinador.

De acordo com quem presenciou o contato de Osorio com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro, o colombiano se dispôs a ajudar, mas não falou em nomes. Eles ficaram de conversar novamente, provavelmente neste sábado, quando Osorio deve ir ao CT da Barra Funda acompanhar o treino. Essa não é a primeira vez que o treinador e os dirigentes falam disso.


Quando deixou o clube, por divergências com o ex-presidente Carlos Miguel Aidar e pela tentadora proposta do México, Osorio sugeriu a Ataíde que deixasse Milton Cruz no comando até o fim do ano e, depois, ele mesmo ajudaria a escolher um outro nome. O problema é que logo depois da saída do técnico, houve a briga de Ataíde com Aidar e o ex-presidente em seguida já anunciou Doriva.

Agora, um nome cotado, o uruguaio Diego Aguirre foi anunciado como técnico do Al Gharafa, do Qatar, mas seu empresário negou. Juan Figer disse que ainda espera um contato do São Paulo até este fim de semana. Paulo Autuori, atualmente sem clube, e Cuca, do Shandong Luneng (CHI), também já foram analisados. Quem conduz o processo de escolha do novo técnico do São Paulo diz que uma definição ainda não está próxima.