Ricardo Gomes - São Paulo

Ricardo Gomes fará seu oitavo jogo desde a volta ao São Paulo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

LANCE!
21/09/2016
13:20
São Paulo (SP)

No dia em que perdeu Michel Bastos por lesão no joelho esquerdo, o São Paulo treinava com portões fechados no CT da Barra Funda. Segundo a programação do clube, a entrada da imprensa seria autorizada por volta das 10h15, para acompanhar os minutos finais da atividade. Ricardo Gomes, porém, pediu mais privacidade e fez todo o trabalho sem ninguém para observar.

Mais tarde, o site oficial do Tricolor passou alguns detalhes sobre as atividades, que contaram, por exemplo, com exercício de cobranças de pênaltis. Afinal, se o clube paulista vencer o Juventude por 2 a 1 nesta quinta-feira, às 21h30, a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil será decidida nas penalidades. O duelo acontecerá no Estádio Alfredo Jaconi.

- Todo treino tem uma surpresa, jogada ensaiada, trabalho específico. Ainda mais em uma partida de Copa do Brasil, decisiva. Temos que criar algo para surpreender o Juventude. A bola parada, por exemplo, é algo que az muita diferença na frente e na defesa. Temos que acertar isso e encaixar melhor o jogo pelos lados e pelo meio - contou o lateral-direito Bruno.

O treino de 1h30 de duração terminou com os atletas apressados para tomar banho e almoçar. Isso porque às 11h30 o ônibus da delegação deveria partir para Campinas, de onde estava previsto para sair um voo até Caxias do Sul. E as horas de convivência antes da partida decisiva também servirão para os ajustes na equipe titular.

- Conversamos muito. O São Paulo tem de classificar. Precisamos de um grande jogo, precisamos apertá-los, porque será difícil jogar no Alfredo Jaconi. É chegar lá e demonstrar tudo. Nada cai do céu. O torcedor estará do nosso lado se o time brigar, dependendo da classificação ou não. Vai ficar ao lado se a equipe for aguerrida até o fim - apostou.


Para avançar, o Tricolor precisa ganhar por dois gols de diferença. Por um tento, apenas se marcar três vezes ou mais. Qualquer empate ou vitória gaúcha dá a classificação para o time treinado por Antonio Carlos Zago, que venceu no Morumbi por 2 a 1 no jogo de ida.