Bruno Grossi
30/07/2016
19:07
São Paulo (SP)

Se as partidas às 11h de domingo têm sido um sucesso no Campeonato Brasileiro, implantadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na temporada passada, o São Paulo tem participação direta. Afinal, mesmo com apenas um jogo como mandante no horário, o Tricolor é dono do recorde de público em confrontos da Série A nesse cenário.

A marca foi atingida em 12 de julho de 2015. Na ocasião, 59.612 torcedores assistiram a vitória do time então comandado por Juan Carlos Osorio por 3 a 1 sobre o Coritiba. Os gols do embate foram marcados por Alexandre Pato (2) e Centurión, enquanto Marcos Aurélio diminuiu para a equipe paranaense.

Na tarde do último sábado, o São Paulo anunciou que, para o duelo deste domingo contra a Chapecoense, restavam somente ingressos para o setor Eterno Capitão - vendido a R$ 120 e localizado na região das cadeiras azuis - e para camarotes que têm bilhetes comercializados de forma independente.

A alta procura deve-se à redução no preço das entradas, prometida pela diretoria do clube após a eliminação na Copa Libertadores da América. E essa demanda pode fazer o recorde de público do ano no Brasil ser quebrado pela quinta vez seguida pelo Tricolor.

A marca atual é de 61.766, do jogo contra o Atlético Nacional (COL) na semifinal da Libertadores. Antes, os paulistas já haviam derrubado as marcas contra River Plate (ARG), Toluca (MEX) e Atlético-MG.