Thiago Mendes

Thiago Mendes, em entrevista coletiva no São Paulo (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

Marcio Porto
04/11/2016
12:28
São Paulo (SP)

O volante Thiago Mendes, apesar de oscilar em 2016, é um dos jogadores mais cobiçados do São Paulo. Tanto que despertou o interesse do Cruzeiro, que gostaria de recebê-lo em uma possível troca pelo atacante Willian, informação divulgada pelo LANCE! neste semana. O são-paulino, porém, não quis se aprofundar no interesse dos mineiros e despistou com o argumento de que só pensa no clássico contra o Corinthians, neste sábado, no Morumbi.

- Minha cabeça só está focada no clássico. Não tenho cabeça para pensar em outra coisa, tenho de pensar primeiro no clássico para depois pensar em outra coisa. Mas no momento estou no São Paulo, tenho de honrar esse manto e focar. Tenho de dar um passo de cada vez. Honrar esse manto dentro de campo - afirmou o camisa 23, em entrevista coletiva.

Thiago Mendes está confirmado como titular no clássico deste sábado, no Morumbi. O jogador vê o duelo como uma oportunidade de se redimir com a torcida, que estará em grande número no estádio. Quase 50 mil ingressos já foram vendidos para o clássico de torcida única.

- Com certeza é diferente. Todo clássico para mim é importante. Como em todos os jogos também. Contra o Corinthians, o São Paulo vem negativo, isso tem que mudar. Agora com 50 mil torcedores no Morumbi, temos de dar alegria ao nosso torcedor, que faz tempo que não conseguimos dar - disse Thiago.

O jogador de 24 anos chegou ao clube no início de 2015 e tem índice de participação expressivo no time. O São Paulo disputou 137 jogos desde que o volante estreou, e Thiago ficou à disposição em 127, sendo 114 como titular e 13 no banco. Isso quer dizer que ele em 93% dos jogos ele esteve à disposição.

- Eu tento trabalhar. Focar bastante, dar meu máximo para o São Paulo. Não fico lembrando. Tenho de dar um passo de cada vez, ajudar o time do São Paulo. Procuro sempre me cuidar para ir bem - comentou o camisa 23.

Thiago Mendes tem contrato até dezembro de 2019 com o Tricolor. A diretoria diz que não tem intenção de negociá-lo neste momento.