LANCE!
06/12/2016
15:11
São Paulo (SP)

As categorias de base são a esperança do São Paulo para apagar mais uma temporada frustrante no profissional. E são os números que comprovam a força e a fama do time sub-20 do Tricolor, que pode chegar a sete títulos entre 2015 e 2016. O clube paulista, por exemplo, quebrou o recorde de gols marcados desde a criação do CFA Laudo Natel, em Cotia, em 2005.

Nas 73 partidas disputadas pela categoria sub-20 neste ano, foram 202 gols marcados, gerando média de 2,77 tentos por partida. Até então, o recorde pertencia à temporada de 2007, com 2,54 de média (99 gols em 39 jogos). A conta deste ano não engloba a Copa Paulista, disputada pelos juniores, mas que trata-se de um torneio profissional.

Os dois maiores artilheiros da equipe treinada por André Jardine são Pedro e Shaylon, empatados com 22 gols. A diferença é que o centroavante, que já recebeu chances no elenco profissional, atingiu a marca em 23 partidas, contra 38 do meia. Mais 42 atletas marcaram neste ano pelo sub-20, que disputou Copa São Paulo, Libertadores, Copa Ouro, Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Campeonato Paulista e um amistoso com o San Lorenzo (ARG).

No mínimo, o sub-20 tricolor, invicto há 17 jogos, ainda fará mais seis partidas em 2016: as finais da Copa do Brasil e do Paulistão, contra Bahia na quinta-feira e Capivariano no domingo, respectivamente, e a primeira fase da Copa Internacional Rio Grande do Sul. Os rivais da fase de grupos são Vitória - rival desta terça-feira -, Botafogo, Atlético Rafaela (ARG) e Atlético-MG.

Os números foram divulgados pelo arquivo histórico do Tricolor.