São Paulo x Fluminense - Ganso

Ganso sentiu a coxa e será desfalque nos próximos jogos do São Paulo (Foto: Eduardo Viana)

RADAR/LANCE!
30/06/2016
14:56
São Paulo (SP)

O São Paulo não terá Paulo Henrique Ganso na primeira semifinal da Copa Libertadores da América, contra o Atlético Nacional (COL). O camisa 10 do Tricolor teve um estiramento no músculo posterior da coxa direita constatado na manhã desta quinta-feira e foi descartado para o duelo de ida contra o time colombiano, em 6 de julho, no Morumbi.Editor e colunistas  do LANCE! analisam a ausência do Maestro no meio-de-campo do São Paulo:

MARCIO MONTEIRO - Editor do LANCE!

Ganso é certamente um dos principais nomes do São Paulo nesta Libertadores. Sem o meia, o time dificilmente estaria nas semifinais. O Tricolor, porém, já mostrou que sabe se virar sem seu camisa 10 e vive um bom momento, não deixou a empolgação da Liberta passar. Sem dúvida o time sofrerá ofensivamente, especialmente no jogo em casa, sem Ganso. Mas Bauza conseguiu criar uma coletividade interessante no time, que pode superar a falta do Maestro.

Mas o grande problema são as peças de reposição. O jovem Lucas Fernandes, substituto natural de Ganso, está machucado. Sobram na disputa da vaga Ytalo, Wesley, Daniel e Alan Kardec, estes dois últimos em má fase. A melhor opção seria o recém-chegado Ytalo, que é atacante, mas já desempenhou bem a função de meia. Para o jogo de volta, dependendo do primeiro resultado, Wesley cairia bem na equipe, para cadenciar mais o jogo e ganhar a marcação no meio-campo.

EDUARDO TIRONI - Colunista do LANCE!

Não tem nenhum jogador no elenco do São Paulo parecido com o Ganso, com as mesmas características. Acho que  Bauza deve tentar uma escalação como a que ele utiliza nos jogos.

Fora de casa, povoando mais o meio-de-campo, reforçando a marcação e utilizando Calleri como homem mais avançado.

JOÃO CARLOS ASSUMPÇÃO - Colunista do LANCE!

Paulo Henrique Ganso, que já tem um histórico de lesões musculares, não deveria ter sido usado contra o Fluminense e fará muita falta ao São Paulo nas semifinais da Libertadores.

Sem ele o time fica capenga no meio-campo. O atleta não tem substituto para a posição e o elenco do São Paulo é apenas razoável. Limitado.

Ytalo deve jogar em seu lugar, mas não tem um décimo da qualidade de Ganso, que é um jogador de toque de bola refinado e que vinha apresentando um belo futebol nesse primeiro semestre.

Uma pena o que aconteceu para o Tricolor, que entra prejudicado e em desvantagem nas semifinais sem um de seus principais jogadores.