Marcio Porto
23/11/2016
14:46
São Paulo (SP)

A saída de Ricardo Gomes, anunciada pelo São Paulo nesta quarta-feira, aumentou ainda mais as chances de Rogério Ceni assumir o time em 2017. Mesmo antes da demissão de Gomes, o ex-goleiro já era o favorito para iniciar a temporada que vem como treinador. Agora, clube e ídolo têm caminho aberto para retornar a parceria. O contrato deve ser oficializado nos próximos dias. 

Rogério Ceni vem se preparando para ser treinador desde que encerrou a carreira, em dezembro do ano passado. E até já sentou com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva para falar da possibilidade de assumir o time. Isso foi em meados de agosto. Na ocasião, Leco se animou com o que ouviu de Ceni, conforme admitiu em entrevista ao LANCE! posteriormente. 

Uma ala de dirigentes no Morumbi defendia que Ceni deveria ter assumido o time já este ano, após a saída de Edgardo Bauza para assumir a Argentina. Esse grupo é quem mais incentiva o presidente Leco a contratar o ex-goleiro, jogador mais importante da história do Tricolor. 

Como preparação para se tornar treinador, Ceni fez cursos na Inglaterra e se encontrou com diversos técnicos. Um estágio com Juan Carlos Osorio, colombiano que atualmente treina o México e que dirigiu Ceni no ano passado no São Paulo, fez parte do plano. Também visitou o Sevilla (ESP) para acompanhar o trabalho do técnico Jorge Sampaoli, de quem é entusiasta.

O Mito também tem o apoio de Diego Lugano, que na última terça-feira declarou à ESPN que o ex-companheiro tem totais condições de assumir o time sem precisar passar pela base, haja visto sua experiência como jogador.  

Ricardo Gomes foi demitido nesta quarta-feira. O São Paulo será comandado pelo auxiliar Pintado nos dois jogos restantes da temporada, contra Atlético-MG e Santa Cruz.