icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/08/2015
15:25

O São Paulo vive uma situação curiosa com o atacante Rogério. Enquanto a comissão técnica vê o atleta de 24 anos de idade mostrar cada vez mais potencial nos treinos no CT da Barra Funda, a diretoria tenta correr nos bastidores para que o reforço seja regularizado antes do embate com o Joinville, às 19h30 desta quarta-feira, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Rogério chegou ao clube na semana passada e logo em seu primeiro treinamento com o grupo apresentou cartão de visitas com três gols. Na manhã desta segunda-feira, foram mais quatro tentos anotados e mais aplausos dos companheiros. Os são-paulinos, por enquanto, fizeram breve registro sobre a primeira atividade do atacante, mas sem nenhuma citação sobre o contrato de três anos que ainda não foi assinado.

As conversas com o Náutico avançaram rapidamente durante o mês de agosto. Os pernambucanos, inclusive, ajudaram o São Paulo a tratar com o Vitória, clube para o qual Rogério estava emprestado. Uma compensação financeira foi prometida ao time baiano, que deve receber a primeira das parcelas referentes ao pagamento dos paulistas por 65% dos direitos econômicos de Rogério.


Rogério tem mostrado faro de gol nos treinos (Foto: Site Oficial/Érico Leonan)

Para que a documentação do jogador seja liberada e regularizada no Boletim Informativo Diário (BID), o Vitória precisa receber o dinheiro repassado pelo Náutico, que também tem de destinar parte da verba ao Porto (PE), que formou o atleta. Embora haja a expectativa de que o entrave seja resolvido até esta terça, a tendência é que o jogador só fique à disposição de Juan Carlos Osorio para o jogo de sábado, contra o Internacional.

A contratação de Rogério foi a terceira da Era Osorio no São Paulo. Antes dele, o zagueiro Luiz Eduardo e o atacante Wilder Guisao reforçaram o elenco. O primeiro já se firmou como titular e, assim como o colombiano, marcou até gol pelo novo clube. 


O São Paulo vive uma situação curiosa com o atacante Rogério. Enquanto a comissão técnica vê o atleta de 24 anos de idade mostrar cada vez mais potencial nos treinos no CT da Barra Funda, a diretoria tenta correr nos bastidores para que o reforço seja regularizado antes do embate com o Joinville, às 19h30 desta quarta-feira, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Rogério chegou ao clube na semana passada e logo em seu primeiro treinamento com o grupo apresentou cartão de visitas com três gols. Na manhã desta segunda-feira, foram mais quatro tentos anotados e mais aplausos dos companheiros. Os são-paulinos, por enquanto, fizeram breve registro sobre a primeira atividade do atacante, mas sem nenhuma citação sobre o contrato de três anos que ainda não foi assinado.

As conversas com o Náutico avançaram rapidamente durante o mês de agosto. Os pernambucanos, inclusive, ajudaram o São Paulo a tratar com o Vitória, clube para o qual Rogério estava emprestado. Uma compensação financeira foi prometida ao time baiano, que deve receber a primeira das parcelas referentes ao pagamento dos paulistas por 65% dos direitos econômicos de Rogério.


Rogério tem mostrado faro de gol nos treinos (Foto: Site Oficial/Érico Leonan)

Para que a documentação do jogador seja liberada e regularizada no Boletim Informativo Diário (BID), o Vitória precisa receber o dinheiro repassado pelo Náutico, que também tem de destinar parte da verba ao Porto (PE), que formou o atleta. Embora haja a expectativa de que o entrave seja resolvido até esta terça, a tendência é que o jogador só fique à disposição de Juan Carlos Osorio para o jogo de sábado, contra o Internacional.

A contratação de Rogério foi a terceira da Era Osorio no São Paulo. Antes dele, o zagueiro Luiz Eduardo e o atacante Wilder Guisao reforçaram o elenco. O primeiro já se firmou como titular e, assim como o colombiano, marcou até gol pelo novo clube.