Rogério Ceni - São Paulo

Ceni durante o treino de quarta-feira no CT da Barra Funda (Foto: Érico Leonan/www.saopaulofc.net)

Marcio Porto
26/11/2015
11:39
São Paulo (SP)

A participação de Rogério Ceni no último jogo oficial no Morumbi antes de sua aposentadoria ainda é uma incógnita. Nesta quinta-feira, o goleiro fez um teste antes do treino para saber se tinha condições de ir a campo, mas sentiu dores e seguiu em tratamento. Ele tem uma lesão no pé direito e, com apenas mais um dia de treino antes de encarar o Figueirense, tem situação complicada para ser relacionado.

Ceni está machucado desde o dia 28 de outubro, quando lesionou o ligamento tíbio-fibular do pé direito no duelo contra o Santos, pela semifinal da Copa do Brasil. O goleiro dividiu uma bola com o meia Lucas Lima no início do embate na Vila Belmiro e teve de ser substituído no intervalo. Desde então, é Denis quem ocupa a meta são-paulina.

Rogério Ceni até foi a campo na última quarta-feira, mas treinou com muitas restrições. Mostrou claramente que ainda sente dores na região lesionada. Ele, porém, tenta acelerar a recuperação, até mesmo porque essa é a última oportunidade de jogar no Morumbi como jogador profissional, já que depois o São Paulo terá apenas o confronto diante do Goiás, no Serra Dourada, pelo encerramento do Brasileiro.


Depois disso, haverá a despedida do goleiro, em um evento organizado pelo São Paulo no Morumbi. Será um duelo entre os jogadores campeões do mundo pelo clube em 1992/93 contra os de 2005, no dia 11 de dezembro. O São Paulo já iniciou a venda dos ingressos, cujos preços variam de R$90 a R$ 320.

No treino desta quinta, o coordenador técnico Milton Cruz ensaiou uma formação. Ele fez um coletivo com 12 jogadores de cada lado e deu claro sinal de uma possível escalação. O time principal tinha: Denis, Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Matheus Reis; Hudson, Thiago Mendes, Carlinhos, Michel Bastos e Ganso; Pato e Luis Fabiano. A novidade é o retorno de Ganso, recuperado de dores musculares, e de Matheus Reis na lateral. Milton deve escolher entre Carlinhos e Michel Bastos para ocupar a vaga no meio de campo.