Rogério Ceni

Rogério Ceni esteve no Morumbi assistindo jogo do São Paulo na semana passada e estará nesta quarta

LANCE!
13/04/2016
16:39
São Paulo (SP)

Na mira do São Paulo, o atacante Fred já tem o aval do maior ídolo do Tricolor paulista. Nesta quarta-feira, em entrevista ao Seleção, do canal SporTV, Rogério Ceni teceu elogios ao camisa 9 do Fluminense e disse que seria "interessantíssimo" tê-lo no elenco, sobretudo com a saída de Calleri, prevista para junho.

- Ficaria só o Kardec de 9, de área. Sem dúvida, seria um jogador (Fred) interessantíssimo, não só para o São Paulo, porque camisas 9 no futebol brasileiro, está em falta, então é uma opção interessante para qualquer equipe que possa ter a condição financeira de contratá-lo - declarou Ceni.

O ex-goleiro também falou do momento vivido pelo São Paulo. Disse que estará, escondido, no Morumbi nesta quarta, quando o Tricolor recebe o River Plate (ARG), pela Libertadores. E tem certeza absoluta de que seu time do coração vencerá o jogo.

- O jogo de hoje, quando o jogador sobe o túnel, aquelas escadas e encontra 40, 50 mil aqui, parceiro, pode ser Libertadores, River, Boca, quem for: o gigante desperta e dificilmente alguém para o São Paulo numa noite de quarta-feira de Libertadores, contra quem quer que seja. Então eu tenho absoluta convicção de que a vitória virá na noite de hoje - disse Ceni.

Ceni também comentou um episódio específico, do pacto de silêncio que os atletas fizeram antes da derrota para o The Strongest (BOL), na estreia na fase de grupos da Libertadores. Na época, a maioria do elenco aderiu ao pacto como protesto por atraso de salário. Lugano, Denis, Alan Kardec e Calleri, porém, não participaram do movimento e o fato veio à tona.

- Eu lamento essas coisas virem à imprensa porque conturbam o ambiente, traz o torcedor contra o atleta, não é uma coisa saudável para o grupo - analisou o Mito.

- Você perde para o Strongest dentro do Pacaembu e não dá entrevista, é uma coisa muito pesada, você tem que tentar justificar para o seu torcedor, tranquilizar o seu torcedor. O silêncio nesse momento não vai trazer benefício a você, é complicado falar - completou.


O ex-goleiro, que se aposentou no fim do ano passado sendo o principal líder do elenco, ainda disse qual poderia ser sua postura diante deste caso, se ainda tivesse no grupo.

- Eu conseguiria manifestar a minha opinião, de chegar e dizer olha foi feito isso ou a decisão da maioria é essa, mas eu não concordo, não acho que isso deva ser feito. Mas entre você manifestar a sua opinião a sua vontade e fazer com que essa vontade seja passada a todo restante do elenco existe uma diferença muito grande - afirmou Ceni.

São Paulo e River Plate se enfrentam nesta quarta-feira,. às 21h45, no Morumbi. O Tricolor ocupa a terceira colocação do grupo 1, com cinco pontos, dois a menos do que o The Strongest, e três a menos do que o River.