Marcio Porto
18/08/2016
06:45
São Paulo (SP)

A chegada de Ricardo Gomes se apresenta como mais um componente no “projeto Lyanco” desenvolvido pelo São Paulo. A diretoria acredita que a experiência de trabalhar com um técnico que também teve sucesso como zagueiro será essencial para o crescimento do jovem de 19 anos.

Ricardo foi contratado também por ter experiências exitosas com jovens, inclusive no próprio São Paulo, e anima Lyanco para o futuro. O jogador espera virar mais um pupilo a ser lapidado pelo treinador.

– Se Deus quiser. É o sonho de qualquer moleque. Ele vai me ajudar bastante. Erros eu tenho, falhas, e tenho certeza de que o professor vai me lapidar. Não só ele. Vejo os mais experientes sempre querendo melhorar – afirmou o beque.

Ricardo Gomes foi um zagueiro de grande técnica e espírito de liderança. Em 1984, aos 20 anos, já era titular da zaga campeã brasileira pelo Fluminense. Chegou cedo à Seleção e disputou a Copa de 1990. Foi cortado de 1994 por uma das inúmeras lesões no joelho que abreviaram sua carreira. Depois, como treinador, usou da experiência para formar talentos. Dante, presente na última Copa e que atingiu sucesso pelo Bayern de Munique (ALE), foi sua cria no Juventude. No Vasco, amadureceu Dedé, embora considerasse Anderson Martins, com passagem pelo Corinthians, mais jogador.

No São Paulo, Ricardo pode se gabar de ter montado uma defesa sólida. Essa foi uma das principais armas na Libertadores de 2010. Chegou à semifinal tendo sofrido apenas dois gols. Tomou mais dois do Internacional, que culminaram na eliminação. Pertence ao Corinthians o recorde de menos gols sofridos em uma edição: os mesmos quatro gols, mas com mais dois jogos, em 2012.

Ricardo reforça o time que pode fazer Lyanco virar. Auxiliar o jovem foi uma das razões que fizeram o São Paulo investir em Maicon, por exemplo. O experiente zagueiro tem exercido o papel de tutor do garoto, assim como Diego Lugano.

Não será por falta de referência que a joia são-paulina deixará de dar certo. Ele, que já recebeu elogios pomposos de grandes técnicos, está bem respaldado.