Palmeiras x São Paulo

O técnico Ricardo Gomes, no clássico contra o Palmeiras, no Allianz Parque (Foto: Eduardo Viana/Lancepress!)

LANCE!
08/09/2016
00:48
São Paulo (SP)

O técnico Ricardo Gomes reconheceu a superioridade do Palmeiras no Choque-Rei desta quarta-feira, no Allianz Parque. Após a derrota do São Paulo por 2 a 1, o comandou apontou as dificuldades de sua equipe, mas acredita que há evolução no jogo apresentado. Ricardo crê na reação no Campeonato Brasileiro, mesmo com o Tricolor a apenas dois pontos da zona do rebaixamento.

- O time teve garra, empenho, mas isso é pouco para o São Paulo. Tivemos dificuldade de executar nosso jogo, devido à pressão do Palmeiras. Sinceramente, a situação não é agradável, estamos a dois pontos da degola, mas pelo que vi, do empate contra o Inter, o empate contra o Coritiba, vejo evolução do time. Acho que vamos crescer e não vamos passar sufoco, apesar da má colocação - analisou o treinador.


- A garra e entrega, nada a dizer. Muito bem. Mas precisamos muito mais do que isso. Em relação ao jogo, o Palmeiras entrou pressionando. Conseguimos sair mais no segundo tempo. Na segunda saída, fizemos o gol. O jogo foi de vários escanteios, lançamentos na área. Não é muito o jogo brasileiro. O jogo ficou muito disputado, muito. E não conseguimos encontrar os espaços. Mérito do Palmeiras. Não tinha um grande perigo, mas não conseguimos jogar. Conseguimos poucas vezes chegar ao gol - completou Ricardo.

O treinador também explicou a ausência de Michel Bastos mesmo da lista de relacionados. Segundo o técnico, o jogador está bem abaixo do que pode render.

- Michel não estava bem, conversamos na terça-feira, para explicar da deficiência que ele mesmo está sentindo. Não melhorou nada na semana e falamos para não ser convocado. Temos de recuperar, não é o Michel de antes - disse Ricardo Gomes.


A derrota para o Palmeiras complica a situação do São Paulo e do treinador. Ricardo Gomes tem quatro jogos à frente do Tricolor e ainda não venceu: foram duas derrotas (Palmeiras e Juventude) e dois empates (Internacional e Coritiba). No próximo domingo, equipe tem um confronto direto na luta contra o rebaixamento: pega o Figueirense, no Morumbi.