Marcio Porto
31/08/2016
19:00
São Paulo (SP)

O zagueiro Rodrigo Caio, campeão olímpico pela Seleção Brasileira, permanecerá no São Paulo ao menos até a próxima janela de transferências internacionais. Apesar dos interesses de Sevilla (ESP), Hamburgo (ALE), Napoli (ITA) e Paris Saint-Germain (FRA), este de última hora, a diretoria do Tricolor recusou todas as propostas recebidas e o jogador já está ciente de que seu futuro seguirá no Morumbi. A janela para chegada de jogadores nos principais centros da Europa fecha nesta quarta-feira.

A decisão do São Paulo, mesmo diante de ofertas que superaram a casa dos 10 milhões de euros (cerca de R$ 36 milhões), se baseia em alguns aspectos. Primeiro que as propostas foram inferiores ao que o clube julga valer o atleta : 15 milhões de euros (cerca de R$ 52 milhões). O clube também teve, neste ano, um ganho financeiro considerável, o que ajudou a equilibrar as contas. Números serão apresentados na próxima segunda-feira, em reunião do Conselho Deliberativo. Com situação mais favorável e valores considerados baixos, a direção decidiu que neste momento seria mais importante manter Rodrigo, pela importância técnica dele para o time.

Em todo esse período de negociações, Rodrigo Caio esteve mais perto do Sevilla. Ele chegou a acertar sua parte com os espanhóis, mas os clubes não entraram em acordo. A equipe do técnico argentino Jorge Sampaoli ofereceu nove milhões de euros (cerca R 32 milhões), mais 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões) em premiação por metas atingidas pelo jogador. Rodrigo ficou seduzido pela chance de trabalhar com o respeitado treinador e disputar a Liga dos Campeões da Europa.

Já os alemães do Hamburgo ofereceram 12 milhões de euros (cerca de R$ 43,2 milhões), desta vez rejeitada tanto pelo São Paulo quanto por Rodrigo Caio. O jogador não se animou com a situação do clube alemão, que vem ficando na zona intermediária no campeonato local e não disputa a Liga dos Campeões.

Passaporte de Rodrigo Caio
O passaporte italiano de Rodrigo Caio foi tirado na semana passada, mas ainda não será utilizado pelo zagueiro (Foto: Divulgação)

De última hora apareceram Napoli e PSG, com valores semelhantes aos já apresentados. Desse último, nem houve tempo para proposta, no último dia da janela, mas a diretoria tricolor e Rodrigo já tinha esfriado. O jogador agora se diz focado em ajudar o time a sair da incômoda situação na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro.

Esta é a terceira janela de transferências internacionais consecutiva que Rodrigo Caio fica perto de deixar o São Paulo, mas acaba tendo seu sonho de jogar na Europa frustrado. Em 2014, ele negociou com o Monaco (FRA), mas uma cirurgia no joelho o impediu de sair. Já no ano passado, entrou na mira de Atlético de Madrid (ESP) e Valencia, do qual chegou a ser anunciado, mas as negociações fracassaram.