Ewandro - Atlético PR

Ewandro comemora gol contra o Atlético-PR (Foto: Rodolfo Buhrer/La Imagem/Fotoarena/Lancepress!)

Marcio Porto
16/06/2016
07:00
São Paulo (SP)

O São Paulo recebeu nos últimos dias uma proposta de 3 milhões de euros (cerca de R$ 12 milhões) da Udinese (ITA) pelo atacante Ewandro, que está emprestado ao Atlético-PR até o fim do ano. O clube paulista concorda com os termos e espera acertar a venda em breve. A informação da oferta foi divulgada pelo portal UOL e confirmada pelo LANCE!.

Ewandro foi emprestado ao Atlético-PR no ano passado com valor fixado considerado baixo, algo que gerou críticas internas à diretoria da época. A proposta dos italianos, no entanto, é superior ao número que o Furacão precisará desembolsar para ficar com o atleta e por isso o São Paulo acredita que poderá concretizar o negócio.

Caso a negociação seja finalizada, o Tricolor terá direito a 55% do valor (cerca de $R 6,6 milhões). Outros 20% pertencem ao jogador e seus representantes e 25 fica com o Atlético-PR pelo direito de vitrine, como acordado em contrato.

O empréstimo de Ewandro ao Furacão gerou polêmica no São Paulo. A negociação foi feita na gestão do ex-presidente Carlos Miguel Aidar, do qual Ataíde Gil Guerreiro era vice-presidente. Dentro do clube, há quem culpe Ataíde por ceder o jogador com preço baixo e em condições ruins para o Tricolor, mas o ex-vice repassa a responsabilidade para Aidar, com quem brigou no fim do ano passado, culminando na renúncia do ex-presidente. Aidar teria feito o negócio por ter relação próxima com Mário Celso Petraglia, ex-presidente do clube paranaense.

Ewandro tem 20 anos e foi promovido em 2014, quando o São Paulo era comandado por Muricy Ramalho. Teve poucas chances no profissional, até ser negociado com o Atlético-PR. Este ano, se firmou no time e foi inclusive titular no sábado passado, na vitória do Furacão por 2 a 1 sobre o Tricolor, no Morumbi.