Bruno Grossi
25/11/2016
11:12
São Paulo (SP)

O sucesso do time sub-20 faz o São Paulo se movimentar nos bastidores para manter os principais destaques. Nesta sexta-feira, por exemplo, o clube espera renovar o contrato do lateral-direito Foguete por até duas temporadas. Depois, concentrará as ações para exercer a prioridade de compra do lateral-esquerdo Júnior e do meia Shaylon, que estão emprestados.

Foguete já pertence ao Tricolor, mas tem contrato apenas até 27 de janeiro do próximo ano. Como brigou muito para tê-lo nas categorias de base, o clube correu para não perdê-lo logo após a formação e o espera já nesta sexta no CT da Barra Funda para assinar renovação por duas temporadas. O vice-presidente de futebol José Alexandre Médicis, o diretor-executivo Marco Aurélio Cunha e o gerente-executivo de Cotia, Rodolfo Canavesi, cuidam da negociação.

Em seguida, Foguete será analisado por Rogério Ceni, que dará o aval sobre o destino do lateral. Se o Mito quiser, o jovem já será integrado ao elenco profissional. Caso contrário, será emprestado e o Osasco Audax surge como interessado como parte da transação do goleiro Sidão para o Tricolor - outros dois ou três garotos também devem ser envolvidos.

As situações de Júnior e Shaylon exigem menos pressa, já que o São Paulo tem prioridade de compra junto a Grêmio e Chapecoense, respectivamente. O primeiro está emprestado até 31 de dezembro e deve ter 50% dos direitos econômicos comprados por R$ 500 mil. Pelo mesmo valor, o Tricolor espera ficar com 60% dos direitos do armador, emprestado até 31 de janeiro e com mais uma Copa São Paulo de Juniores a disputar.

Júnior e Foguete fazem parte da geração nascida em 1996, considerada a mais vitoriosa da base são-paulina nos últimos anos. Mais de uma dezena de atletas ultrapassará os 20 anos em 2017 e não poderá atuar mais nas categorias inferiores. Assim, a diretoria tentará encaixá-los no elenco principal ou emprestá-los para buscar experiência.

O zagueiro Iago Maidana, por exemplo, já está acertado com o São Bernardo para a disputa do Campeonato Paulista. E há ainda a possibilidade de uma parceria com a Portuguesa Santista, que subiu para a Série A3 do Estadual. 

Na última quinta-feira, o time sub-20 venceu o Bahia por 3 a 1 no Morumbi e ficou perto do título da Copa do Brasil da categoria. O jogo de volta será na próxima quinta, em Salvador. No domingo, em Cotia, a equipe faz a primeira partida da final do Paulistão, contra o Capivariano. Neste ano, os comandados de André Jardine já faturaram a Libertadores e a Copa Ouro. Em 2015, foram três títulos: Copa Ouro, Copa do Brasil e Copa RS.