Bruno Grossi
29/07/2016
07:35
São Paulo (SP)

Exatamente um mês após a compra de Maicon, o São Paulo segue sem saber qual será o segundo jogador que o Porto (POR) levará para compor o pagamento de R$ 22 milhões. Os Dragões não aceitaram a inclusão de Lucão no pacote e nunca procuraram o zagueiro. O foco passou a ser Lyanco, mas duas negativas já foram dadas pelo Tricolor.

O clube paulista havia estipulado que os lusitanos poderiam pegar 50% dos direitos econômicos de dois garotos formados em Cotia. O lateral-esquerdo Inácio, de 20 anos, aceitou se transferir imediatamente para Portugal e resolve os últimos detalhes burocráticos para iniciar a carreira no novo clube. Lucão, porém. não agradou os Dragões, que têm um ano para escolher outra peça.

Não deve haver pressa para definir o caso, principalmente após as recusas do São Paulo em envolver Lyanco no pacote. O Porto sugeriu o garoto de 19 anos desde o início das tratativas por Maicon e se interessou tanto no defensor que resolveu formalizar proposta de compra ao Tricolor. O valor oferecido não agradou e a própria joia preferia não ser negociada agora.

Lucão e Lyanco agora brigam por mais espaço no elenco são-paulino. O primeiro não é relacionado desde que o negócio por Maicon foi selado, enquanto o camisa 19 passou a ser o reserva imediato para a posição com a idade de Rodrigo Caio para a Seleção Brasileira olímpica. No período, marcou golaço na goleada por 3 a 0 sobre o América-MG.

Maicon dá coletiva no São Paulo
Maicon passou a ser o capitão do time (Foto: Marcio Porto)

O empresário e tio de Lucão, Jefferson Silva, sempre deixou claro que nenhum contato do Porto havia acontecido e que o objetivo do sobrinho era reconquistar a confiança de Edgardo Bauza e da torcida. A situação ficou mais complicada com a ascensão de Lyanco e a contratação de Douglas, ex-Dnipro (UCR), mas pode ser aliviada com a provável venda de Rodrigo Caio.

Lyanco também busca mais chances e deve ser o maior beneficiado caso o camisa 3 seja negociado após os Jogos Olímpicos. Bauza tem montado a zaga titular com Maicon e Lugano, mas o uruguaio costuma não render quando maratonas de partidas no meio e no fim de semana começam. O zagueiro tem 14 partidas como profissional no São Paulo, com um tento marcado.