William Correia
24/02/2018
08:00
São Paulo (SP)

Neste ano, Dorival Júnior alcançou quatro vitórias consecutivas, uma sequência que não ocorria no São Paulo desde março de 2015. Mas o pressionado treinador ostenta uma marca negativa: neste século, nunca o clube teve tantas derrotas (quatro) em suas dez primeiras partidas oficiais como em 2018.

A última vez que o time perdeu em 40% dos dez jogos iniciais em cada temporada ocorreu em 2000, sob o comando de Levir Culpi. Mas, há 18 anos, o desempenho era melhor: a equipe, ao menos, conseguiu seis vitórias, com um aproveitamento de 60% dos pontos que disputou - e foi campeão paulista.

Dorival acumula neste ano 53,3% de aproveitamento, com quatro derrotas, um empate e cinco triunfos. Neste século, só uma vez o time somou menos pontos em seus dez primeiros jogos: em 2014, sob o comando de Muricy Ramalho, com 50% de aproveitamento jogando apenas o Paulista, mas, ao menos, o time teve quatro vitórias, três empates e três derrotas, menos do que a sequência atual - e terminou o ano com o vice-campeonato brasileiro.

O mau início de 2018 ainda não trouxe grande prejuízo. Duas vitórias ocorreram na Copa do Brasil, na qual o Tricolor está na terceira fase. No Campeonato Paulista, apesar de só três triunfos, um empate e quatro derrotas, sendo o terceiro clube que mais perdeu no torneio, o São Paulo lidera o Grupo B, com dez pontos, superando a Ponte Preta, também com dez pontos, no número de vitórias (três contra dois), critério de desempate.

Com marcas negativas, e vindo de duas derrotas seguidas (para Santos e Ituano, pelo Paulista), Dorival Júnior foi cobrado pela diretoria em reunião nessa quinta-feira, mas ganhou mais um voto de confiança. Neste domingo, às 17h, recebe a Ferroviária, no Morumbi, com promessa de novos protestos por parte da Independente, principal organizada do clube.

Confira abaixo a tabela com o desempenho do São Paulo em suas dez primeiras partidas oficiais nas últimas 19 temporadas: