William Correia
17/07/2017
21:43
São Paulo (SP)

O São Paulo encerrou nesta noite a sua complicada volta de Chapecó (SC), mas não fez todo o trajeto de ônibus. Por volta das 19h30 desta segunda-feira, a diretoria encontrou espaço em um voo saindo de Curitiba (PR) e retornou de forma mais confortável, dentro de um avião.

A mudança no transporte ocorreu porque dirigentes foram buscando alternativas enquanto o ônibus levava a equipe de ​Chapecó a Curitiba, um trajeto de cerca de 480 km. Quando acharam vaga em um voo que partiria da capital paranaense para São Paulo, optou-se por fazer o resto da viagem, de 420 km, de avião.

A delegação desembarcou do avião por volta das 21h e a mudança de planos, alterando o meio de transporte de quase metade da viagem, tem como objetivo diminuir o desgaste do elenco, que passaria cerca de 12h no ônibus. O elenco volta a treinar às 15h30 desta terça-feira, na única atividade antes do jogo de quarta-feira, contra o Vasco, no Morumbi.

A passagem do São Paulo por Chapecó não deixará saudades nos tricolores. No domingo, a equipe foi derrotada por 2 a 0 para a Chapecoense e, para completar, não conseguiu retornar do local logo após o confronto. O aeroporto de Chapecó foi fechado por questões climáticas e a aeronave que buscaria os são-paulinos não recebeu autorização para pousar.

Assim, os jogadores dormiram na cidade catarinense e embarcaram de ônibus na parte da manhã. O São Paulo até tentou ver outros voos saindo de Chapecó nesta segunda, mas encontrou poucos lugares nas aeronaves disponíveis.

A equipe não vence há nove jogos e, com 12 pontos em 14 rodadas, ocupa a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Enfrenta o Vasco às 21h45 de quarta-feira, no Morumbi.