icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/08/2015
23:22

Com proposta do futebol europeu, Alexandre Pato pode estar de saída do São Paulo. Com o forte desejo do Corinthians, clube com o qual o atleta tem contrato, em negociá-lo, seu empresário esteve no Velho Continente e deve chegar ao Brasil ainda neste domingo para decidir o futuro do atacante.

Pato, que entrou em campo e ajudou o Tricolor a derrotar a Ponte Preta por 3 a 0 e encerrar série de duas derrotas seguidas da equipe no Morumbi, disse que o desejo e sua prioridade são o São Paulo.

- Não sei, cara. Tem hoje (sábado) e amanhã ainda, vou ver o que vai acontecer. Vontade é permanecer, mas vamos ver. Eu tenho que conversar com meu empresário, ele vem pra cá e vamos estudar. Quero ficar, mas não depende só de mim - declarou o camisa 11 na saída para o vestiário.



Companheiro de clube do artilheiro são-paulino, Wesley rasgou elogios a Pato, mas disse que caso o atacante realmente se transfira, a equipe precisa seguir sem ele.

- É um jogador decisivo em um grande momento. Deixamos na mão da diretoria e na mão de Deus, porque poderia ter um futuro brilhante aqui. Ele é novo, mas experiente. E independentemente do que acontecer vamos ter que seguir aqui - afirmou o camisa 19.

Com proposta do futebol europeu, Alexandre Pato pode estar de saída do São Paulo. Com o forte desejo do Corinthians, clube com o qual o atleta tem contrato, em negociá-lo, seu empresário esteve no Velho Continente e deve chegar ao Brasil ainda neste domingo para decidir o futuro do atacante.

Pato, que entrou em campo e ajudou o Tricolor a derrotar a Ponte Preta por 3 a 0 e encerrar série de duas derrotas seguidas da equipe no Morumbi, disse que o desejo e sua prioridade são o São Paulo.

- Não sei, cara. Tem hoje (sábado) e amanhã ainda, vou ver o que vai acontecer. Vontade é permanecer, mas vamos ver. Eu tenho que conversar com meu empresário, ele vem pra cá e vamos estudar. Quero ficar, mas não depende só de mim - declarou o camisa 11 na saída para o vestiário.



Companheiro de clube do artilheiro são-paulino, Wesley rasgou elogios a Pato, mas disse que caso o atacante realmente se transfira, a equipe precisa seguir sem ele.

- É um jogador decisivo em um grande momento. Deixamos na mão da diretoria e na mão de Deus, porque poderia ter um futuro brilhante aqui. Ele é novo, mas experiente. E independentemente do que acontecer vamos ter que seguir aqui - afirmou o camisa 19.