Pato - São Paulo

Pato em treino do São Paulo (Foto: Marcello Zambrana/Lancepress!)

Marcio Porto
18/11/2015
12:43
São Paulo (SP)

Alexandre Pato surpreendeu nesta quarta-feira ao se posicionar sobre a final da Copa do Brasil. Perguntado se iria torcer para o Santos, que pode favorecer o São Paulo caso seja campeão, o atacante do Tricolor disse que gostaria de ver o rival Palmeiras levantar o caneco e elogiou o presidente do Alviverde, Paulo Nobre.

- Independentemente do que vai acontecer com o Santos, temos de fazer nosso trabalho. Sim, o Santos é um grande clube, mas vou torcer para o Palmeiras. Paulo Nobre é um grande cara, fez um grande trabalho no Palmeiras, mas temos de depender de nós mesmo - afirmou Pato.

Para compreender a declaração, é preciso saber do contexto. O São Paulo tem interesse na final da Copa do Brasil porque o resultado e a combinação dos primeiros colocados no Campeonato Brasileiro pode interferir na vaga pela Libertadores. Santos e Palmeiras ainda estão na disputa da vaga pelo Nacional, mas o Peixe tem muito mais chances de conquistá-la.

Neste momento, o Santos é o quarto colocado no Nacional, com 53 pontos, um a frente do São Paulo, o quinto, enquanto o Palmeiras tem 48 pontos, faltando quatro rodadas para o fim. Assim, se o campeonato terminasse hoje, o Tricolor só se classificaria para a competição sul-americana com o título do Peixe, pois abriria o G5. Ou seja, seria natural uma torcida do são-paulino pelo rival da Baixada.


É preciso ressaltar que Pato, na entrevista, reforçou seu foco para deixar o São Paulo na competição sul-americana. O contrato de empréstimo do atacante termina no fim do ano e ele fala em encerrar com chave de ouro conquistando a vaga. Mas terá a resposta sobre o Palmeiras relacionada ao futuro? O atacante diz que não.

Perguntado mais adiante se o elogio a Paulo Nobre foi feito ao futuro patrão, Pato deixou claro que seu pensamento está em retornar à Europa a partir do ano que vem.

- Eu não sei de nada. Todos falam. Não conversei com ninguém do Palmeiras, eu vejo o que aconteceu no Palmeiras como exemplo. Modificou muito, cresceu bastante, não é porque elogiei o presidente que penso em outra coisa, meu objetivo é voltar para a Europa - afirmou.

Pato indiciou ainda que dificilmente voltará a jogar no Corinthians, com quem tem contrato até dezembro de 2016.

- Bom, acho muito difícil não aparecer nada. Penso no hoje. Tenho três jogos muito importantes para fazer, depois terei muito tempo para pensar. Esses três jogos podem modificar muito meu futuro, de ir para fora, ficar, dependendo muito desses três jogos - declarou o camisa 11.

Pato será titular do São Paulo nesta quinta-feira contra o Atlético-MG. Será seu jogo de número cem com a camisa do Tricolor. Ele é o artilheiro da equipe na temporada, com 26 gols em 59 jogos. Número que poderia ser maior se o atleta não fosse impedido de atuar contra o Corinthians por cláusula de contrato - houve mais quatro jogos contra o rival este ano. E até por isso Pato só tem mais três partidas neste ano, já que haverá um Majestoso no próximo domingo.