icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/08/2015
12:31

A manhã desta segunda-feira terminou com uma boa notícias para os torcedores do São Paulo: Alexandre Pato seguirá no clube, ao menos até dezembro. A notícia tornou-se pública graças à entrevista coletiva do volante Thiago Mendes, escolhido pela assessoria do Tricolor para falar no CT da Barra Funda, e foi divulgada pelo atacante aos colegas em conversa no vestiário.

- Posso dizer que o Pato vai permanecer. A gente conversou agora no vestiário, e ele disse que vai ficar. A gente geralmente conversa bastante no vestiário. Fizemos uma brincadeira falando se ele ia ficar ou sair e ele respondeu que ficaria no clube. Se saísse faria muita falta, mas agora que vai permanecer, vai continuar ajudando. Tem muito mais a cara do São Paulo (do que a do Corinthians), mas isso (compra no fim do ano) depende da diretoria. Se dependesse do grupo, seria ótimo - revelou o camisa 23.

A janela de transferências internacionais termina nesta segunda para a maioria dos países europeus, mas havia preocupação com possíveis ofertas da Inglaterra, que só fecha o período na terça-feira. O alívio para o técnico Juan Carlos Osorio e para a torcida do São Paulo, no entanto, acabou acontecendo mais cedo do que o esperado, como celebrou Thiago Mendes. O volante ainda avisou que o técnico colombiano, antes desanimado com a situação do clube, também assegurou aos atletas que não deixará o Morumbi.

- Foi bem claro nas palavras dele que não sairá do São Paulo. Estamos fechados com ele desde que chegou e vamos trabalhar para ajudá-lo cada vez mais. A gente vinha jogando um bom futebol, mas sem resultado. Com as duas vitórias e a classificação, isso dá um ânimo a mais para ir em busca dos títulos. Não podemos mais deixar que erros nos atrapalharem - ressaltou.

Antes do anúncio de Thiago Mendes sobre o fico de Pato, até mesmo o Corinthians já se mostrava pessimista em conseguir vender o atacante até esta terça-feira. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o superintendente de futebol Andrés Sanchez disse não acreditar que uma proposta pelo camisa 11 do Tricolor pudesse chegar a tempo e aos valores esperados pelos alvinegros.

A manhã desta segunda-feira terminou com uma boa notícias para os torcedores do São Paulo: Alexandre Pato seguirá no clube, ao menos até dezembro. A notícia tornou-se pública graças à entrevista coletiva do volante Thiago Mendes, escolhido pela assessoria do Tricolor para falar no CT da Barra Funda, e foi divulgada pelo atacante aos colegas em conversa no vestiário.

- Posso dizer que o Pato vai permanecer. A gente conversou agora no vestiário, e ele disse que vai ficar. A gente geralmente conversa bastante no vestiário. Fizemos uma brincadeira falando se ele ia ficar ou sair e ele respondeu que ficaria no clube. Se saísse faria muita falta, mas agora que vai permanecer, vai continuar ajudando. Tem muito mais a cara do São Paulo (do que a do Corinthians), mas isso (compra no fim do ano) depende da diretoria. Se dependesse do grupo, seria ótimo - revelou o camisa 23.

A janela de transferências internacionais termina nesta segunda para a maioria dos países europeus, mas havia preocupação com possíveis ofertas da Inglaterra, que só fecha o período na terça-feira. O alívio para o técnico Juan Carlos Osorio e para a torcida do São Paulo, no entanto, acabou acontecendo mais cedo do que o esperado, como celebrou Thiago Mendes. O volante ainda avisou que o técnico colombiano, antes desanimado com a situação do clube, também assegurou aos atletas que não deixará o Morumbi.

- Foi bem claro nas palavras dele que não sairá do São Paulo. Estamos fechados com ele desde que chegou e vamos trabalhar para ajudá-lo cada vez mais. A gente vinha jogando um bom futebol, mas sem resultado. Com as duas vitórias e a classificação, isso dá um ânimo a mais para ir em busca dos títulos. Não podemos mais deixar que erros nos atrapalharem - ressaltou.

Antes do anúncio de Thiago Mendes sobre o fico de Pato, até mesmo o Corinthians já se mostrava pessimista em conseguir vender o atacante até esta terça-feira. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o superintendente de futebol Andrés Sanchez disse não acreditar que uma proposta pelo camisa 11 do Tricolor pudesse chegar a tempo e aos valores esperados pelos alvinegros.