icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/08/2015
10:29

O golaço anotado na derrota por 2 a 1 para o Ceará na estreia do São Paulo na Copa do Brasil manteve Alexandre Pato em alta na temporada. O camisa 11 agora soma 20 tentos em 40 partidas - mesmo número de jogos de 2014 no clube - e está perto de desbancar duas marcas consideráveis pertencentes a Luis Fabiano.

Na temporada passada, Fabuloso foi artilheiro do Tricolor em um ano pela terceira vez seguida, anotando os mesmos 20 gols atingidos por Pato em 2015. E se o ex-corintiano mantiver o ritmo quebrará a hegemonia do camisa 9, que dura desde 2011: a vantagem é de 12 gols para os vices-artilheiros Michel Bastos e, justamente, Luis Fabiano.

OS ÚLTIMOS ARTILHEIROS

2010
Mesmo com a presença de goleadores como Fernandão, Washington e Ricardo Oliveira na equipe, Dagoberto foi o principal artilheiro do São Paulo em 2010. Foram 15 gols marcados: cinco no Campeonato Paulista, três na Copa Libertadores da América e sete no Campeonato Brasileiro.


Dagoberto se despediu em 2011 do Tricolor com 22 gols (Foto: Carlos Costa)

2011
Dagoberto mais uma vez chamou a responsabilidade e ficou com a artilharia de uma temporada no Tricolor. Foram 22 gols anotados em 57 partidas: nove no Paulistão, quatro na Copa do Brasil, um na Copa Sul-Americana e oito no Brasileirão. Luis Fabiano estreou só em outubro e fez sete gols em 12 jogos.

2012
Luis Fabiano foi protagonista em sua primeira temporada completa após o retorno da Europa. Em 44 partidas, o centroavante balançou as redes adversárias por 31 vezes. Foram nove gols no Paulistão, oito na Copa do Brasil (artilheiro), um na Sul-Americana e 20 no Campeonato Brasileiro.


Pato e Luis Fabiano são parceiros e concorrentes (Foto: Alan Morici)

2013
Frustrado pela ausência na Seleção Brasileira, Luis Fabiano conviveu mais do que nunca com lesões musculares e suspensões. Houve ainda a sombra de Aloísio. O Boi Bandido chegou a assumir a vaga de titular e terminou a temporada empatado na artilharia com Fabuloso com 21 gols marcados.

2014
Com um ataque recheado de estrelas, a equipe de Muricy Ramalho chegou ao vice-campeonato do Brasileirão com os gols bem distribuídos. Luis Fabiano, pelo terceiro ano seguido, foi o artilheiro: 20 gols. Alexandre Pato marcou 12, contra dez de Alan Kardec e do goleiro-artilheiro Rogério Ceni.

 

O golaço anotado na derrota por 2 a 1 para o Ceará na estreia do São Paulo na Copa do Brasil manteve Alexandre Pato em alta na temporada. O camisa 11 agora soma 20 tentos em 40 partidas - mesmo número de jogos de 2014 no clube - e está perto de desbancar duas marcas consideráveis pertencentes a Luis Fabiano.

Na temporada passada, Fabuloso foi artilheiro do Tricolor em um ano pela terceira vez seguida, anotando os mesmos 20 gols atingidos por Pato em 2015. E se o ex-corintiano mantiver o ritmo quebrará a hegemonia do camisa 9, que dura desde 2011: a vantagem é de 12 gols para os vices-artilheiros Michel Bastos e, justamente, Luis Fabiano.

OS ÚLTIMOS ARTILHEIROS

2010
Mesmo com a presença de goleadores como Fernandão, Washington e Ricardo Oliveira na equipe, Dagoberto foi o principal artilheiro do São Paulo em 2010. Foram 15 gols marcados: cinco no Campeonato Paulista, três na Copa Libertadores da América e sete no Campeonato Brasileiro.


Dagoberto se despediu em 2011 do Tricolor com 22 gols (Foto: Carlos Costa)

2011
Dagoberto mais uma vez chamou a responsabilidade e ficou com a artilharia de uma temporada no Tricolor. Foram 22 gols anotados em 57 partidas: nove no Paulistão, quatro na Copa do Brasil, um na Copa Sul-Americana e oito no Brasileirão. Luis Fabiano estreou só em outubro e fez sete gols em 12 jogos.

2012
Luis Fabiano foi protagonista em sua primeira temporada completa após o retorno da Europa. Em 44 partidas, o centroavante balançou as redes adversárias por 31 vezes. Foram nove gols no Paulistão, oito na Copa do Brasil (artilheiro), um na Sul-Americana e 20 no Campeonato Brasileiro.


Pato e Luis Fabiano são parceiros e concorrentes (Foto: Alan Morici)

2013
Frustrado pela ausência na Seleção Brasileira, Luis Fabiano conviveu mais do que nunca com lesões musculares e suspensões. Houve ainda a sombra de Aloísio. O Boi Bandido chegou a assumir a vaga de titular e terminou a temporada empatado na artilharia com Fabuloso com 21 gols marcados.

2014
Com um ataque recheado de estrelas, a equipe de Muricy Ramalho chegou ao vice-campeonato do Brasileirão com os gols bem distribuídos. Luis Fabiano, pelo terceiro ano seguido, foi o artilheiro: 20 gols. Alexandre Pato marcou 12, contra dez de Alan Kardec e do goleiro-artilheiro Rogério Ceni.