Rodrigo Caio - São Paulo (Foto: Alan Morici/ Lancepress!)

Além de zagueiro, Michel Bastos, Centurión e até Milton Cruz foram hostilizados (Foto: Alan Morici/LANCE!Press)

LANCE!
21/02/2016
17:15
São Paulo (SP)

O zagueiro Rodrigo Caio reagiu às ofensas publicadas no Twitter por Rodrigo Gaspar, assessor da presidência do São Paulo, logo após a derrota por 1 a 0 para o The Strongest, no Pacaembu, pela abertura da fase de grupos da Copa Libertadores. Neste domingo, na chegada da delegação ao mesmo estádio, agora palco do compromisso da quinta rodada do Paulistão, o jogador de 22 anos mostrou chateação por ter sido chamado de "jogador de condomínio, bonzinho, mas fraco, fraco de futebol e de personalidade".

- Nunca é bom ouvir isso, ainda mais por rede social. Não acho certo uma pessoa usar isso. Quando tem de falar algo, fala na cara. Eu sou assim - desabafou Rodrigo Caio, menos de uma semana após ser ofendido pelo assessor da presidência da Tricolor, assim como Centurión, Michel Bastos e até Milton Cruz, hoje coordenador do núcleo de análise e desempenho do clube.

Neste domingo, pouco antes de a bola rolar para o jogo contra o Rio Claro pelo Estadual, a torcida do Tricolor se reuniu em frente ao estádio do Pacaembu, local do jogo, para protestar contra a má fase do time, dentro e fora de campo, especialmente contra Michel Bastos. O movimento durou mais de uma hora e os torcedores deram a volta no estádio com os insultos, porém de forma pacífica.

Rodrigo Caio está no elenco profissional do São Paulo desde 2011 e está próximo da marca de 200 jogos pelo clube.