Rogerio Ceni - São Paulo

Rogerio Ceni, durante treino do São Paulo (Foto: Ari Ferreira/Lancepress!)

LANCE!
16/11/2015
16:48
São Paulo (SP)

Rogério Ceni não poderá enfrentar o o Atlético-MG, no Morumbi, na próxima quinta-feira, mas convocou a torcida para comparecer ao confronto. Em entrevista ao site oficial do clube, o capitão alertou para a importância de o time conquistar uma vitória para seguir na briga por uma vaga na Libertadores.

- Infelizmente não estarei em campo contra o Atlético-MG, mas ficarei na torcida pelos meus companheiros para que eles façam um grande jogo. Precisamos de um resultado positivo para nos aproximarmos de uma vaga na Libertadores e, por isso, peço o apoio do torcedor. Mais uma vez, assim como em muitos jogos da temporada, a presença da torcida será fundamental - disse Ceni.

Ceni está vetado do duelo contra o Galo porque ainda não se recuperou de uma lesão no pé direito. Ele também deve perder o clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, na Arena Corinthians. Lembrando que uma vitória ou empate tricolor na quinta-feira garante ao rival o título do Brasileiro.


Lesionado, o Mito não atua desde o clássico contra o Santos no dia 28 de outubro, na Vila Belmiro, pelo confronto de volta da semifinal da Copa do Brasil. Na ocasião, ainda nos instantes iniciais do San-São, o capitão foi bater a bola para frente e, ao se chocar com o meia Lucas Lima, chutou o chão e torceu o tornozelo direito. O goleiro seguiu na partida, mas no intervalo não suportou as dores e acabou substituído por Denis.

Desde então, tem trabalhado todos os dias com os fisioterapeutas do Reffis para se recuperar da lesão. Havia a previsão de que ele pudesse voltar aos treinos nesta segunda-feira, mas um exame fez o São Paulo abortar. Agora, a esperança é que ele volte para o duelo contra o Figueirense, no dia 29 de novembro. Será a última partida oficial do goleiro no Morumbi. Depois, estará apenas o duelo contra o Goiás, dia 6 de dezembro, em Goiânia.

Com 53 pontos, o clube ocupa a quinta colocação e segue perto do G4 - o Santos, que está no quarto lugar, detém 54 pontos ganhos.