Treino São Paulo no CT da Barra Funda - Robson e Maicon

Maicon dá duro em cima de Robson durante treino no CT da Barra Funda (Foto: Ale Cabral/AGIF/Lancepress!)

LANCE!
16/11/2016
14:17
São Paulo (SP)

Faltam quatro partidas para o fim da temporada, mas o São Paulo já terá uma despedida a fazer nesta quinta-feira. Às 19h30, o Tricolor recebe o Grêmio pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro e disputará sua última partida no Morumbi em 2016. E para se despedir em alta, o zagueiro Maicon pede que a torcida faça um último esforço para lotar as arquibancadas.

- Nos últimos dois jogos (Ponte Preta e Corinthians) a média foi de mais de 50 mil e no clássico o apoio foi muito grande. Espero casa cheia novamente, mesmo que não tenham vendido tantos ingressos. É nossa despedida no ano e espero que eles nos ajudem mais uma vez. A gente vinha perdendo muitos jogos fáceis em casa, mas deu a volta por cima. A torcida tem nos ajudado bastante. Espero que se repita em um jogo difícil. O Grêmio é muito forte e precisamos estar alertas para fazer o torcedor gostar de ter ido - pediu.



O São Paulo ainda fará mais um jogo como mandante no Brasileirão, na última rodada, contra o Santa Cruz. O duelo do dia 4 de dezembro, entretanto, será disputado no Pacaembu, já que o Morumbi estará alugado para show da banda britânica Black Sabbath, que faz turnê de encerramento de carreira.

Até lá, o Tricolor ainda sonha em chegar ao G6 e conquistar uma vaga na próxima Copa Libertadores da América. Mas, para isso, precisa superar o Grêmio, que entrará com força máxima mesmo pensando na final da Copa do Brasil contra o Atlético-MG, nos dias 23 e 30 de novembro.

- A esperança é a última que morre. Vamos trabalhar para diminuir essa distância e tratar cada jogo como se fosse o último. Precisamos fazer nosso papel. Não adianta o adversário perder e a gente tropeçar. Vamos fazer o nosso para chegar na colocação que merecemos. O Grêmio é uma belíssima equipe, tem uma defesa forte e jogadores de grande qualidade. Mas a gente, dentro de casa, também tem força defensiva e um ataque que cria muito. Vai ser duro, como foi no primeiro turno, mas vamos entrar ligados para não sermos surpreendidos - alertou.

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Maicon:

Como vê a contratação de Wellington Nem?

Nunca enfrentei, mas sei que tem muita potência e pode nos ajudar bastante. Falei rapidamente no almoço e já deu para ver que é um cara muito humilde. Estamos no caminho certo, já fizemos uma belíssima contratação com o Nem. Se vier mais, é porque o São Paulo analisou da melhor forma para contratar. O Nem foi muito bom para nós e todos torcedores. Quem chegar fará bem para o grupo todo.

O ataque é o ponto fraco do time? Precisa reforçar mesmo?
Não digo que é nosso ponto fraco. Tudo depende do coletivo. Defensivamente estamos bem, mas poderíamos estar melhores também. A mudança tem que ser geral, com reforços ajudando também na defesa se precisar. Temos que ajustar tudo para não errar como neste ano.

E a defesa? É a maior virtude?
A gente procura defender para depois atacar, é o segredo. E o ataque ajuda muito a marcar. Oportunidade a gente cria muito, então precisamos defender bem para ficar mais seguros. Procuramos ficar compactos para não dar espaços, como tenho certeza que faremos amanhã (quinta-feira).