Bruno Grossi
15/08/2016
15:39
São Paulo (SP)

A semana começou com uma novidade importante para o futuro de uma promessa do elenco do São Paulo. Lyanco, enfim, escolheu qual seleção defenderá ao longo da carreira e oficializou a opção com o envio de documentos à Fifa. O zagueiro deixará de atuar pela Sérvia para tentar a sorte nas categorias de base da Seleção Brasileira.

O caso foi resolvido na manhã desta segunda-feira, publicado pelo GloboEsporte.com e confirmado pela reportagem do LANCE!. O defensor passou quase um mês debatendo o assunto com familiares e até com a diretoria do Tricolor e agora espera ser chamado por Rogério Micale, que treina o Brasil na Olimpíada, para amistosos do time sub-19 em setembro.

A decisão precisou ser tomada neste mês porque havia certa pressa da federação da Sérvia em saber a decisão de Lyanco. O jovem defendeu o país nas categorias sub-19 e sub-21 ao longo deste ano e agora era cotado até para integrar a seleção principal na disputa das Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2018, que começam também em setembro.

Aos 19 anos, o capixaba Lyanco já tem 16 partidas e um gol pela equipe profissional do São Paulo

Com a escolha pelo Brasil, o zagueiro precisou enviar documentos à Fifa para reverter a nacionalidade para a brasileira. Antes, ele havia se naturalizado sérvio por ser neto de iugoslavos e para cumprir o sonho do avô. Lyanco, porém, sempre deixou claro que também sonhava defender a Seleção e deve ser convocado para o Sul-Americano Sub-20, em janeiro, no Equador.


Contratado do Botafogo em janeiro de 2015, o defensor chegou ao São Paulo para integrar a base, mas acabou promovido ao profissional pelo colombiano Juan Carlos Osorio em julho. Titular nas duas últimas partidas do Tricolor na temporada, ele deve ganhar ainda mais espaço com a provável venda de Rodrigo Caio ao Sevilla (ESP), mesmo com Lugano à disposição.