Luiz Eduardo - São Paulo

Zagueiro de 28 anos chegou ao Tricolor em agosto de 2015 e fez apenas nove jogos (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

Bruno Grossi
04/01/2016
06:40
São Paulo (SP)

Diferentemente do que era esperado, o zagueiro Luiz Eduardo segue como jogador do São Paulo no início desta temporada. O beque de 28 anos, que tinha contrato somente até 31 de dezembro de 2015 com o Tricolor, continuará no clube por mais dois meses para realizar tratamento no joelho esquerdo, operado ainda na primeira quinzena de novembro. 

O acerto entre os dirigentes são-paulinos o experiente atleta, que administra a própria carreira apenas com a ajuda de um advogado, foi concluído no fim da última semana. Assim, já nesta segunda-feira, Luiz poderá voltar ao Reffis do CT da Barra Funda para seguir com as sessões de fisioterapia no joelho submetido a uma artroscopia para curar edema ósseo. O vínculo vai até 29 de fevereiro.

Luiz foi liberado nas últimas duas semanas para curtir as férias de fim de ano com a família e se reencontrará no Reffis com o colega de posição Breno, outro que passou por artroscopia em novembro - o camisa 33 operou o joelho direito. A diretoria do São Paulo informou à reportagem que a renovação para a sequência do tratamento é um procedimento padrão no clube para não prejudicar atletas lesionados e em fim de contrato.

A última partida de Luiz Eduardo pelo São Paulo foi a vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, em 25 de outubro do ano passado. Três dias depois, ele chegou a ser relacionado para o duelo de volta da semifinal da Copa do Brasil contra o Santos, mas não foi utilizado no revés por 3 a 0 na Vila Belmiro. A passagem pelo Morumbi teve nove jogos no total e um gol marcado, em derrota por 2 a 1 para o Flamengo, no Maracanã, em 23 de agosto.

O contrato de apenas cinco meses havia sido assinado no fim de julho, quando o São Caetano liberou 50% de seus direitos econômicos para o Tricolor. O Azulão segue com a outra metade dos direitos do zagueiro, considerado caro para o clube do ABC Paulista devido aos R$ 80 mil que recebe de salário. Sua contratação no São Paulo foi sugerida pelo coordenador técnico Milton Cruz e muito elogiada pelo treinador da época, o colombiano Juan Carlos Osorio.