icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/08/2015
17:46

Na 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo bateu o Figueirense por 2 a 0 no Orlando Scarpelli, mas a partida ficou marcada por um curioso lance. O meia Carlos Alberto, do time catarinense, e Luis Fabiano se abraçaram aos risos e depois trocaram tapas no rosto, justificados como uma brincadeira graças à amizade dos tempos de Porto (POR) em 2004. As explicações dadas pela dupla em entrevistas e redes sociais, porém, não convenceram o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que decidiu denunciá-los.

Os dois atletas foram enquadrados no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva". As punições podem ir desde uma simples advertência, passam por uma pena de uma a seis partidas ou ainda chegam à suspensão de 15 a 180 dias. Glebson Robson Barroso de Lira, auxiliar técnico do Figueirense também foi denunciado nesse artigo.



O julgamento será realizado pela 4ª Comissão Disciplinar, presidida por Wanderley Godoy Júnior, às 10h da manhã desta sexta. Fabuloso é quem mais pode se complicar, por já ter sido expulso contra o Sport e punido com duas partidas, pena adiada após ação do departamento jurídico do São Paulo. A contrapartida é que o camisa 9 está fora de combate com torção no joelho direito e só deve voltar a jogar daqui três semanas.

A questão é que o técnico Juan Carlos Osorio pode ver o setor mais fragilizado de sua equipe sofrer uma baixa para o duelo contra a Ponte Preta às 21h deste sábado pela 21ª rodada do Brasileirão. O zagueiro Luiz Eduardo, expulso no jogo contra o Figueirense ao frear contra-ataque com forte carrinho lateral, foi denunciado no artigo 250 e pode levar gancho de uma a três partidas.

Luis disputou cinco das seis partidas do São Paulo desde que chegou, sendo titular em todas. Caso seja desfalque contra a Macaca, as únicas opções para a defesa serão Rodrigo Caio, Edson Silva e Lyanco. Lucão, com torção no tornozelo direito, faz tratamento intensivo para voltar a tempo, mas logo em seguida será desfalque por três jogos por defender a Seleção Olímpica do Brasil ao lado de Rodrigo Caio.

Na 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo bateu o Figueirense por 2 a 0 no Orlando Scarpelli, mas a partida ficou marcada por um curioso lance. O meia Carlos Alberto, do time catarinense, e Luis Fabiano se abraçaram aos risos e depois trocaram tapas no rosto, justificados como uma brincadeira graças à amizade dos tempos de Porto (POR) em 2004. As explicações dadas pela dupla em entrevistas e redes sociais, porém, não convenceram o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que decidiu denunciá-los.

Os dois atletas foram enquadrados no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva". As punições podem ir desde uma simples advertência, passam por uma pena de uma a seis partidas ou ainda chegam à suspensão de 15 a 180 dias. Glebson Robson Barroso de Lira, auxiliar técnico do Figueirense também foi denunciado nesse artigo.



O julgamento será realizado pela 4ª Comissão Disciplinar, presidida por Wanderley Godoy Júnior, às 10h da manhã desta sexta. Fabuloso é quem mais pode se complicar, por já ter sido expulso contra o Sport e punido com duas partidas, pena adiada após ação do departamento jurídico do São Paulo. A contrapartida é que o camisa 9 está fora de combate com torção no joelho direito e só deve voltar a jogar daqui três semanas.

A questão é que o técnico Juan Carlos Osorio pode ver o setor mais fragilizado de sua equipe sofrer uma baixa para o duelo contra a Ponte Preta às 21h deste sábado pela 21ª rodada do Brasileirão. O zagueiro Luiz Eduardo, expulso no jogo contra o Figueirense ao frear contra-ataque com forte carrinho lateral, foi denunciado no artigo 250 e pode levar gancho de uma a três partidas.

Luis disputou cinco das seis partidas do São Paulo desde que chegou, sendo titular em todas. Caso seja desfalque contra a Macaca, as únicas opções para a defesa serão Rodrigo Caio, Edson Silva e Lyanco. Lucão, com torção no tornozelo direito, faz tratamento intensivo para voltar a tempo, mas logo em seguida será desfalque por três jogos por defender a Seleção Olímpica do Brasil ao lado de Rodrigo Caio.