Apresentação - Rogério Ceni

Rogério Ceni foi apresentado em 8 de dezembro  (Foto: Bruno Ulivieri / Raw Image/Lancepress!)

Bruno Grossi
29/12/2016
06:45
São Paulo (SP)

A primeira pergunta respondida por Rogério Ceni na coletiva de apresentação como técnico do São Paulo foi feita por um sócio-torcedor, que desejava ver o ídolo exaltando a força das arquibancadas para um 2017 de sucesso. O Mito, então, aproveitou a deixa para externar meta à diretoria: ver o Morumbi com "preços acessíveis" e sempre bem ocupado, para empurrar a equipe. Os planos do treinador, no entanto, devem ser adiados neste primeiro semestre.

Dois fatores atrapalham o desejo de Ceni: uma regra do Campeonato Paulista e a filosofia de trabalho da diretoria financeira do próprio Tricolor. No primeiro caso, a Federação Paulista de Futebol (FPF) exige preço mínimo de R$ 40 para os ingressos no Estadual, justificado como medida para evitar prejuízos. Para compensar o limite, o clube deve valorizar ainda mais o programa de sócios-torcedores. Já o segundo caso foi explicado pelo diretor financeiro Adilson Alves Martins, em entrevista à Rádio Globo.

- Sempre no início do ano tem uma reunião, que agora deve ser no fim de janeiro, com a diretoria financeira, a de marketing, a de orçamento e controle e o presidente. Aí debatemos o preço. A ideia é manter preços competitivos em algumas áreas, mas não a R$ 10, como foi no fim do Campeonato Brasileiro, porque é muito baixo. Queremos algo mais equilibrado. O marketing quer mais promoção, a gente quer mais dinheiro e o orçamento e o presidente dão o equilíbrio final - explicou o dirigente.

O preço promocional de R$ 10 para arquibancadas foi implantado na reta final do Brasileirão, como forma de tentar motivar o elenco diante dos riscos de rebaixamento. A medida deu resultado, com o ápice na goleada por 4 a 0 sobre o Corinthians: 53.781 presentes. O diretor de marketing Vinícius Pinotti é outro entusiasta dos preços baixos, razão pela qual tem forte defesa vinda da torcida, e é um dos cartolas mais próximos a Rogério Ceni.

A estreia do São Paulo como mandante em 2017 está prevista para 12 de fevereiro, contra a Ponte Preta, no Morumbi, pela segunda rodada do Paulistão - o debute no Estadual deve ser no dia 5, contra o Osasco Audax, fora de casa.