Doriva - Técnico São Paulo (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

Doriva teve curta passagem pelo São Paulo (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

Marcio Monteiro
10/11/2015
12:25
São Paulo (SP)

Há pouco menos de um mês, escrevi por aqui que Doriva começava a cavar sua saída do São Paulo. Na época, ele tinha apenas três jogos pelo clube, e nenhuma vitória. Sua demissão, com o passar do tempo, era iminente. Por declarações, trabalho e especialmente resultados dentro de campo.


A melhor solução do São Paulo era mesmo manter Milton Cruz no comando até o final do ano, que já conhecia o elenco e o padrão de jogo da equipe, e ir planejando 2016, o que vai fazer agora, sete jogos depois. Doriva, apesar de um início promissor de carreira, ainda tem muitos altos e baixos e não se firmou como grande técnico no cenário nacional. Definitivamente, não era o nome certo para assumir o turbulento Tricolor, com diversas crises internas.


Aos poucos, o São Paulo vai arrumando a casa. Entre acertos e erros, corrigiu o erro de contratar Doriva. Percebeu logo que o treinador ainda não está preparado para assumir uma bucha tão grande. Alguns acham muito estranho a rápida demissão do técnico. Mas é muito melhor consertar algo que você acha estar errado logo no início, do que arcar com as consequências mais adiante.

Milton Cruz já mostrou em outras oportunidades que sabe conduzir a equipe quando necessário, vai ter nova chance de provar isso. E o São Paulo, tempo para planejar 2016 e, agora sim, contratar um técnico sem pressa.