Rogério Ceni - São Paulo

Ceni durante na semana passada no CT da Barra Funda (Foto: Érico Leonan/www.saopaulofc.net)

Marcio Porto
29/11/2015
07:30
São Paulo (SP)

Recuperando-se de uma lesão no pé direito, Rogério Ceni tem feito de tudo para jogar pelo menos mais uma partida antes de encerrar a carreira, com o término do Campeonato Brasileiro. A última possiblidade é no próximo domingo, contra o Goiás, no Serra Dourada. Grande aliado do capitão, o coordenador técnico Milton Cruz torce pelo retorno e conferiu uma alcunha curioso ao maior ídolo da torcida do São Paulo: lágrima de cristo.

- Se vocês vissem o que o Rogério está fazendo para jogar, vocês não acreditam. Ele está ficando três períodos no clube, e hoje (ontem) eu gostaria que ele jogasse, porque merecia, é o Mito. Igual ele vai demorar uns 100 anos para ter. Como eu digo, ele é uma lágrima de cristo. Acredito que ele possa jogar no último jogo, espero que possa contar com ele porque ele é muito importante - afirmou Milton Cruz.

Rogério está machucado desde o dia 28 de outubro, data do jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil contra o Santos, na Vila Belmiro. Naquela ocasião, saiu no intervalo e deu lugar a Denis. Ceni rompeu o ligamento tíbio-fibular do pé direito. Desde então, tem feito tratamento em três períodos e passado ainda mais tempo no CT da Barra Funda, quase o tempo inteiro.


Ceni viveu a expectativa de atuar contra o Figueirense, no último sábado, em que faria sua despedida do Morumbi. Chegou a ir a campo na semana passada, mas as dores permaneceram. Acabou vetado, mas seguiu acompanhando o grupo de perto.

Mesmo fora do jogo, o capitão concentrou com os jogadores e foi ao Morumbi. No estádio, deu a tradicional palestra motivacional antes do jogo, no vestiário. Ceni, porém, foi embora pouco depois do início do segundo tempo no embate em que o São Paulo perdia até os 45 minutos da etapa final.

Se não jogar contra o Goiás, a última chance do torcedor do São Paulo em ver o Mito em ação será no jogo de despedida, marcado para o dia 11 de dezembro, às 20h, no Morumbi. Será um amistoso com o combinado dos campeões mundiais pelo clube em 1992/92 contra os campeões de 2005. O São Paulo já iniciou a venda dos ingressos, mas apenas para sócios.