LANCE!
10/08/2016
12:21
São Paulo (SP)

Um volante escalado para entrevista coletiva, perguntas sobre apoio à permanência do interino André Jardine e resgate às provocações do corintiano Elias, que criticou a torcida do São Paulo na última segunda-feira. Depois de Thiago Mendes encarar esse cenário na tarde de terça, na manhã desta quarta foi João Schmidt quem precisou enfrentar os mesmos temas.

O camisa 15 celebrou o fato de voltar a ser titular depois de um mês - não jogava desde a derrota em casa para o Atlético Nacional (COL), na semifinal da Libertadores - e agradeceu a oportunidade dada por Jardine no último domingo, contra o Santa Cruz. Schmidt explicou a mudança em seu posicionamento e se mostrou favorável à efetivação do interino.

João Schmidt
Volante voltou a ser titular no último domingo (Foto: Bruno Grossi)

- Ele é muito bom treinador, os treinos são muito, muito bons, e dá para ver que ele estuda mesmo o futebol. Até comentei com o Maicon que um dos treinos parecia o que se aplica em Portugal. É muito intenso e gostoso de fazer. Tem potencial para ser treinador. Os resultados podem deixar ele aqui como nosso técnico. A gente não sabe se virá outro, então temos que trabalhar como se ele fosse ficar - elogiou o volante, que passou uma temporada emprestado ao Vitória de Setúbal (POR), entre 2014 e 2015:

'Os resultados podem deixar ele aqui como nosso técnico. A gente não sabe se virá outro, então temos que trabalhar como se ele fosse ficar'

- Ele monta o time de acordo com a qualidade dos jogadores, por isso optou por deixar Hudson e Thiago Mendes saírem. Eles são fortes para atacar e eu fico mais preso. A formação com três volantes parece que vai ser mais de marcação, mas na verdade a gente ganha ofensivamente, porque marca mais pressão e os extremos ficam livres - explicou.

Por fim, Schmidt reforçou o coro de Thiago Mendes também para criticar o volante Elias. Na última segunda-feira, o corintiano disse que a torcida alvinegra estava ficando muito exigente e reclamando do time, o que seriam características dos torcedores do São Paulo. Thiago apenas tratou a declaração do rival como infeliz, mas João Schmidt preferiu defender a causa tricolor.

- Se tem semelhança com a torcida deles (Corinthians)? A nossa é muito melhor. Não acho que tinha necessidade de falar o que ele falou - respondeu.