João Schmidt

João Schmidt em ação pelo São Paulo (Foto: Ale Cabral/Lancepress)

LANCE!
24/03/2016
16:49
São Paulo (SP)

Uma vitória para dar ânimo e tranquilidade. O dia seguinte ao triunfo sobre o Botafogo-SP por 1 a 0 foi marcado por descontração e confiança no São Paulo. No dia da visita do ex-capitão Rogério Ceni, o volante João Schmidt conversou com os jornalistas e comemorou a boa sequência que tem tido no time. Ele foi titular pela terceira vez consecutiva e corre para se firmar.

- Eu estava para ser negociado com o Avaí, aí tive a oportunidade contra o Novorizontino, fiz uma boa partida. Aí o São Paulo decidiu não me liberar a pedido do Bauza. Acho que nessa má fase é difícil aparecer individualmente, mas acredito que tenho feito boas partidas. Estou com confiante, disposto a ajudar o São Paulo, feliz pelas partidas como titular - afirmou o volante de 22 anos.

João Schmidt foi uma das opções de Bauza no momento difícil do São Paulo. Ele agora espera ser titular novamente contra o Santos, no próximo domingo, na Vila Belmiro, e que nova vitória faça a equipe engrenar.

- Tomara que seja nossa recuperação, Tínhamos cinco jogos sem vencer, mas acredito que tenha pontos positivos. Contra o River, Palmeiras, fizemos bons jogos. Aí os resultados não vem e tem coisas negativas. Mas acredito que contra o Santos podemos ter uma sequência de vitórias, e o torcedor apoiar, quando vencermos, ele vai vim com a gente - falou.

Depois da entrevista, os jogadores fizeram o treino de reapresentação. Quem foi titular contra o Botafogo ficou no Reffis depois de uma conversa com Bauza. Os demais trabalharam no campo, com destaque para Michel Bastos. O meia treinou pelo segundo dia consecutivo e deve retornar ao time domingo. Ele se recuperou de uma contratura muscular na coxa direita que o afastou dos três últimos jogos. Depois de cumprir suspensão, Thiago Mendes também volta.

Em contrapartida, Bauza ainda terá uma série de desfalques. Mena está na seleção chilena, Lyanco na Sérvia e Rodrigo Caio, na olímpica do Brasil. O goleiro Renan Ribeiro ainda não tem condições de jogo após cirurgia de apendicite, enquanto Breno, Wesley, Rogério e Wilder estão machucados, além de Ganso, suspenso.