Cueva - Toluca

Cueva é canhoto e se destaca pela velocidade e pelos dribles no lado do campo (Foto: Divulgação/Toluca)

Marcio Porto
03/06/2016
15:18
São Paulo (SP)

O São Paulo desembolsará 2,5 milhões de dólares (cerca de R$ 8,8 milhões) pela contratação do meia peruano Christan Cueva, de 24 anos. O valor acordado no negócio com o Toluca (MEX), concluído nesta quinta-feira com o anúncio do Tricolor, prevê pagamento em quatro parcelas até o ano que vem.

Camisa 10 da seleção do Peru que disputa a Copa América nos Estados Unidos, Cueva foi contratado com base em dados obtivos pelo departamento de análise de desempenho do clube e com aval do técnico argentino Edgardo Bauza. Esse, aliás, foi um dos fortes argumentos para a liberação do investimento.

Vale lembrar que o São Paulo possui uma complicada negociação em andamento para renovar o vínculo do zagueiro Maicon e assim mantê-lo para as semifinais da Libertadores. O clube já tentou envolver jogadores da base nas tratativas com o Porto (POR), mas os portugueses acenaram com a necessidade de serem ressarcidos para liberar o defensor.

Os quase R$ 9 milhões que serão desembolsados pelo meia peruano constituem o maior investimento da gestão Carlos Augusto de Barros e Silva, iniciada em outubro do ano passado. Para montar o elenco da temporada 2016, o Tricolor gastou 1 milhão de dólares (cerca de R$ 4 milhões na cotação da época) na aquisição do atacante Kieza, do Bahia, mas recuperou o valor o cedendo ao Vitória pouco tempo depois - Kieza não se adaptou e pediu para ser negociado.  Os outros reforços (Maicon, Lugano, Mena, Kelvin e Calleri) vieram a custo 0.

O São Paulo conta com dois possíveis aportes para negociar com o Porto a permanência de Maicon. Dinheiro obtido como luvas na renovação dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro com a TV Globo e o recém-firmado contrato de patrocínio master com a Prevent Senior. Em Portugal, fala-se que o Porto pedirá cerca de 6 milhões de euros (cerca de R$ 24 milhões) para liberar Maicon em definitivo.

Cueva se destacou pelo Toluca na Libertadores deste ano, inclusive contra o Tricolor. Por isso, jogador não poderá disputar as semifinais da competição, sendo reforço para o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil, no segundo semestre. Ele chega após o fim da passagem do Peru na Copa América.