Ricardo Gomes - Fluminense x São Paulo

Técnico Ricardo Gomes não faz planos a longo prazo no São Paulo (Foto: Celso Pupo Agência Lancepress!)

LANCE!
17/11/2016
22:39
São Paulo (SP)

Apesar de o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva ter dito nesta semana que Ricardo Gomes ficará no São Paulo em 2017, o técnico ainda não fala com segurança sobre sua continuidade no cargo. Nesta quinta-feira, após empate do Tricolor paulista por 1 a 1 com o Grêmio, Ricardo voltou a falar sobre seu futuro e deixou a questão aberta, para decisão do presidente.

- Vocês sabem que meu contrato não tem prazo. O São Paulo tem jogadores que podem render muito mais, recebemos reforços já neste ano e agora o Marco (Aurélio Cunha, diretor-executivo) e o Renê (Weber, coordenador técnico) vão tocar mais contratações. Minha ideia é seguir com a busca por uma melhor qualidade de jogo. É o presidente quem vai decidir a vida de todo mundo. Hoje, sinceramente, penso no próximo jogo e em terminar o campeonato bem em resultados e qualidade de jogo - afirmou Ricardo, em entrevista coletiva.

Sobre o jogo, o comandante lamentou a queda de rendimento do time no segundo tempo e admitiu que a escolha por Carlinhos no lugar de Luiz Araújo no segundo tempo não deu certo. O lateral-esquerdo, que atuou adiantado, foi vaiado pela torcida. Ele voltava de lesão muscular.

- Queria o Carlinhos, como o Cueva estava mais adiantado para armar, eu precisava de um jogador com boa técnica e inteligência para acompanhá-lo e dominar o meio, mas não deu certo, realmente - declarou Ricardo.


O treinador ainda fez uma análise geral da situação do São Paulo, que agora tem mínimas chances de ir à Libertadores. Ricardo disse que houve melhora no jogo do time.

- O ano foi difícil, venho falando desde minha chegada, da queda pós-Libertadores que nos deixou em situação muito complicada. Jogo a jogo nos recuperamos e vamos seguir assim. Melhoramos a qualidade do nosso jogo, agora é ir atrás de resultados. A goleada sobre o Corinthians deu esperança, mas era muito difícil, dependia muito dos outros perderem pontos e rendimento. E isso não está acontecendo. Entre nós, priorizamos melhorar a qualidade de jogo e isso aconteceu - finalizou o comandante.

Ricardo Gomes convive com a sombra de Rogério Ceni, que já conversou com o presidente Leco sobre a possibilidade de assumir o time no ano que vem. O ídolo do clube vem estudando para ser treinador desde que parou de jogar, no fim do ano passado.