Gilberto do São Paulo

Gilberto, logo após torcer o tornozelo em treino do São Paulo (Foto: Marcio Porto)

Marcio Porto
28/07/2016
12:16
São Paulo (SP)

O técnico Edgardo Bauza ganhou um novo problema para armar o São Paulo que enfrenta a Chapecoense, no próximo domingo, no Morumbi. No treino desta quinta-feira, o atacante Gilberto torceu o tornozelo esquerdo e virou dúvida para o duelo pelo Campeonato Brasileiro.

Gilberto se machucou sozinho, depois de subir para cabecear uma bola no ataque. Imediatamente, o jogador caiu no chão e foi atendido pelos médicos do São Paulo. Ele deixou o campo com a região machucada inchada e com semblante desanimado. Centurión entrou no seu lugar na vaga de centroavante.


Bauza armou o time numa atividade tática com Denis, Bruno, Lugano, Maicon e Carlinhos; Hudson, Thiago Mendes, Kelvin, Cueva e Michel Bastos; Gilberto (Centurión). O camisa 17 ainda passará por exames médicos, talvez ainda nesta quinta, portanto Bauza aguarda para definir o time.

Escolhido para substituir Gilberto, Centurión conversou com o diretor-executivo Gustavo Vieira de Oliveira e com Bauza após o treino. Ele interessa ao Boca Juniors (ARG) e o São Paulo está disposto a liberá-lo. O clube entende que o ciclo do argentino contratado em 2015 está chegando ao fim.

O São Paulo volta a treinar nesta sexta-feira. Bauza deve confirmar o time que jogará no domingo. As outras opções caso Gilberto não tenha condições são Andres Chavez e Pedro Bortoluzo. O argentino começou a treinar esta semana, enquanto o segundo ainda é garoto, tem 19 anos. Vale lembrar que nos últimos dias Bauza perdeu Calleri, cujo contrato venceu, e Ytalo, que teve de operar o joelho esquerdo. Até por isso, o treinador pede a contratação de outro centroavante.